ARTIGOS & RESENHAS - ÍNDICE


. Artigos


TRÓPICOS (1967, GIANNI AMICO): UM CASO
PARTICULAR DA RECEPÇÃO DO CINEMA NOVO NA ITÁLIA

Paula Regina Siega


RESUMO:Analisando o filme de Gianni Amico, Trópicos, indicamos de que modo o autor italiano reelabora criativamente as influências do Cinema Novo. Ao aplicar o método de mediação entre estética e história apontado por Jauss na sua teoria da recepção, buscamos delinear a perspectiva histórica com a qual o filme é realizado, sem com isso desconsiderar os seus aspectos formais.

PALAVRAS-CHAVE: Trópicos – recepção – estética – história


EVIDENCE AS BORDER BETWEEN OBSERVATION AND RHETORIC
STUDIES OF RHETORICAL INHERITAGE IN
DISCOURSES OF KNOWLEDGE IN ARGUMENTATION
THEORY EXEMPLIFIED IN CASES OF THE TRANSFERS OF
RHETORICAL TECHNIQUE IN EMPIRICAL EXPERIENCE

Fee-Alexandra Haase


ABSTRACT: Terms change meanings as soon as they are used in a specific language, context, discipline, or doctrine. Evidence is one of them. This article claims that evidence is a concept we can communicate universally and consists of three parts for the development of the related discourse. In this article we will in part I examine the conditions and limits the postmodern era offers for evidence in argumentation in texts by thinkers of postmodernity, research, and commentators. In part II we describe the place of evidence in a theoretical rational discipline (rhetoric) focusing on the question how evidence refers to the classical model of argumentation in rhetoric. With a topological model of evidence, we conclude that the evidential argument as a carrier of argumentation can be an oral, written, or sensual experienced, e.g. visual, means and illustrate this in examples that comprises means of evidence and communicative means. Despite the employment of evidence in a variety of fields, we will show that evidence as a concept can de described as reference to sensual experience. In part III we show in examples the conditions and practical application of evidence. We claim that when artificial and technical processes dominate development of knowledge and limit evidential aspects, the obtained knowledge can only be a knowledge that is a reference to the technical process, but lacks evidential authenticity.

KEYWORDS: Studies of Rhetorical – Argumentation Theory – Empirical Experience


HISTÓRIA, MEMÓRIA E IDENTIDADE NUM
INSTITUTO DIVIDIDO (1979-1994)

Arnaldo José Zangelmi


RESUMO: Esse trabalho pretende reconstruir parte da história do Instituto de Ciências Humanas e Sociais (ICHS/UFOP), principalmente sobre o foco das disputas políticas internas decorrentes, em parte, do processo de redemocratização do Brasil. Nossa análise está centrada no antagonismo existente entre grupos distintos dentro do Instituto, um mais localista e tradicionalista, outro mais expansionista e dinâmico. As articulações políticas desses segmentos em conflito se deram, como mostraremos, em várias esferas, como, por exemplo, nas disputas pelo currículo acadêmico do Curso de História, pela distribuição do poder, pela moralidade, etc. Nesse sentido, tentou-se também compreender a formação da memória do ICHS, em estreita relação com essas disputas. Salientamos essa formação principalmente em relação às diferentes noções de democracia emergentes nesse conflito.

PALAVRAS-CHAVE: Conflito – Memória – Identidade


HABERMAS
Isaías Pascoal

RESUMO: Este artigo procura mostrar a importância do pensamento de Habermas nas Ciências Sociais contemporâneas, sua contribuição para o entendimento da sociedade atual a partir da utilização dos conceitos de sistema e mundo da vida, bem como expressar os problemas teóricos daí advindos.

PALAVRAS-CHAVE: Sistema – Mundo da vida – Colonização – Comunicação


A FALA DOS PASSOS: A CONSTRUÇÃO DE UM ESPAÇO
SAGRADO JUDAICO NA CIDADE DO NATAL

Luciana Souza de Oliveira Stambonsky e Iranilson Buriti de Oliveira

RESUMO: O presente artigo busca dar visibilidade ao discurso sobre a construção e a apropriação de um espaço sagrado estabelecido por um grupo de judeus que chegaram à cidade do Natal no primeiro decênio do século XX. O que se questiona é: qual o espaço sagrado delimitado por esses judeus na cidade do Natal? Que motivos os levaram a construir? O que esse espaço simbolizava? Visando compreender tais questionamentos buscaremos desenvolver uma reflexão sobre esse espaço utilizando fontes revistas, jornais da época e bibliográficas que nos permitirão estabelecer um diálogo com as noções de espaço construído por Michel de Certeau, Mircéia Eliade, Michel Foucault, Douglas Santos, Durval Muniz Albuquerque Júnior, Margaret Wertheim, entre outros autores.

PALAVRAS-CHAVE: Judaísmo – Espaços – Natal


O NATURALISMO DE EUCLIDES DA CUNHA: CIÊNCIA,
EVOLUCIONISMO E RAÇA EM OS SERTÕES

Vanderlei Sebastião de Souza

RESUMO: Este artigo trata das concepções naturalistas presentes na narrativa literária de Euclides da Cunha em Os Sertões. Embora essa obra seja mais freqüentemente associada ao pré-modernismo, meu interesse consiste em demonstrar que seu autor está imerso nas interpretações que marcaram o naturalismo literário do último quartel do século XIX, de modo que a experiência social é apreendida por Euclides da Cunha a partir de uma forte dependência em relação aos fatores biológicos ou ecológicos. Deste modo, considerando que ciência, natureza e sociedade aparecem como elementos imbricados ao longo das páginas de Os Sertões, o objetivo central deste trabalho é analisar em que termos o naturalismo, as teorias evolucionistas e as idéias raciais são acionadas por Euclides da Cunha em sua
interpretação sobre a formação nacional brasileira.

PALAVRAS-CHAVE:Euclides da Cunha – Naturalismo – Ciência – Evolucionismo – Raça


“FILOSOFIA PERONISTA”: AS LINHAS IDEOLÓGICAS
DO JUSTICIALISMO – ANÁLISE DO DISCURSO DE
JUAN DOMINGO PERÓN NO ENCERRAMENTO DO
PRIMER CONGRESO NACIONAL DE FILOSOFÍA
Giuseppe Federico Benedini

RESUMO: Em 9 de abril de 1949, em Mendoza, na Argentina, concluia-se o Primeiro Congresso Nacional de Filosofia; organizado pela Universidad Nacional de Cuyo, foi a maior reunião filosófica organizada até então na América Latina, com a participação de mais de 20 delegações de países de Europa e das Américas. O presidente argentino Juan Domingo Perón aproveitou desta ocasão para expor, na conferência de encerramento, as linhas ideológicas que fundamentavam sua ação de governo.

PALAVRAS-CHAVE: Juan Domingo Perón – Peronismo – História da Argentina – Primer Congreso de Filosofia


A PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO CULTURAL E SUA
TRAJETÓRIA NO BRASIL

Paulo Cesar Tomaz

RESUMO: O presente artigo tem como objetivo discorrer sobre a preservação do patrimônio cultural, bem como refletir sobre sua trajetória de preservação em âmbito nacional. O estudo do patrimônio cultural promove a valorização e a consagração daquilo que é comum a determinado grupo social no tempo e no espaço, visto o mesmo possuir significações relevantes por ser parte de sua construção histórica. Busca-se nesse sentido compreender como a idéia de preservação obteve seu desenvolvimento na esfera pública do governo brasileiro..

PALAVRAS-CHAVE: Patrimônio cultural – Preservação – Memória nacional


CALÍMACO E CATULO: A CABELEIRA DE BERENICE

Glória Braga Onelley e Shirley Fátima Gomes de Almeida Peçanha

RESUMO: Apresentam-se, no presente trabalho, particularidades culturais e estético-literárias do período alexandrino, que, de certa forma, condicionaram a poesia de Calímaco de Cirene, modelo de poetas latinos, entre os quais Catulo. Indica-se, ainda, como o poema de número 66 deste último, tradução para o latim do fragmento 110 de Calímaco, A cabeleira de Berenice, constitui um guia importante para trazer luz aos versos perdidos do referido fragmento calimaquiano e para dar sentido a seus versos remanescentes.

PALAVRAS-CHAVE: Período alexandrino – Elegia – Calímaco – Catulo


A MORTE DO CRISTÃO EM TRANSFORMAÇÃO:
AS CIDADES E O ESPAÇO DA MORTE
Solimar Guindo Messias Bonjardim, Daniel de Castro Bezerra e
Maria Augusta Mundim Vargas

RESUMO: O presente artigo tem como objetivo discutir as alterações causadas pela sociedade na morte do cristão e, consequentemente, na organização do espaço das cidades. A premissa inicial é que toda cidade ou espaço urbano é passível de reconstrução na medida em que a sociedade se desenvolve, isto é, se modifica, e consciente ou inconscientemente reorganiza seu espaço. Com essa afirmação, pode-se completar que a morte, como produto social, vai modificando o espaço das cidades juntamente com a sociedade. No decorrer da história são muitas as alterações que aconteceram no território da morte. Quando o Cristianismo se torna a religião oficial do Estado, a Igreja transforma a morte num ritual presente na vida diária das pessoas. Porém quando Igreja e Estado se separam outra transformação ocorre e a morte passa a não mais ocupar o mesmo território sagrado das Igrejas.

PALAVRAS-CHAVE: Modo de vida – Território da morte – Reorganização do espaço


A OBRA DE ARTE COMO REPRESENTAÇÃO DE VITÓRIA: MAINO E
LA RECUPERACIÓN DE BAHÍA DEL BRASIL EN 1625

Rafael Alves Pinto Junior

RESUMO:Este trabalho tem por objetivo analisar o quadro de Juan Bautista Maino Pastrana (1578- 1649) La recuperación de Bahía del Brasil en 1625 como elemento simbólico de representação de vitória militar no reinado de Felipe IV (1605-1665). A obra de arte é uma fonte historiográfica privilegiada, de onde podemos ir além das circunstâncias da encomenda e ver as ambições do artista. Como expressão de uma alegoria do poder monárquico, o pintor expressa uma série de elementos visuais relacionados numa trama narrativa que parecem fazer parte exclusivamente à natureza da obra: encomendada por Olivares para fazer parte da decoração do Salón dos Reinos, La recuperación de Bahia fazia parte de um conjunto maior de pinturas bélicas de diversos artistas espanhóis, concebidas para apresentar ao mundo a imagem destacada da grandeza militar do Rei.

PALAVRAS-CHAVE: História da arte – Pintura espanhola – Representação


NOTAS SOBRE O PAPEL DA SOCIEDADE DE GEOGRAFIA
DO RIO DE JANEIRO E SUA CONTRIBUIÇÃO PARA
O DESENVOLVIMENTO DO SABER GEOGRÁFICO NO BRASIL

Luciene Pereira Carris Cardoso

RESUMO: O presente artigo pretende analisar a contribuição da Sociedade de Geografia do Rio de Janeiro para o reconhecimento do território brasileiro e a promoção do desenvolvimento do saber geográfico no Brasil. A entidade apresentava-se como um espaço de sociabilidade reunindo diversos intelectuais, políticos e cientistas.

PALAVRAS-CHAVE: Território – Brasil – Sociedades geográficas


CIÊNCIA, SABER LOCAL E CONSTRUÇÃO DE VALORES
Jucélia Bispo dos Santos

RESUMO: Pesquisar é realmente um trabalho difícil, pois exige daquele que executa a investigação uma postura que move valores e aspirações. Quando iniciei o desenvolvimento da pesquisa em comunidades de quilombos, executei uma análise reflexiva sobre o que pretendia alcançar com esta produção, ou seja, houve um questionamento sobre qual seria o principal objetivo deste trabalho, cujo tema centra-se nos estudos das comunidades de quilombos de Irará, no estado da Bahia. Neste processo, articulei os seguintes questionamentos: O que são valores? Como os valores científicos são formados? Quais são os valores dos sujeitos que moram comunidades quilombolas? Como entender a formação histórica dos valores dos povos que residem em comunidades tradicionais? Como podemos explicar as contradições que surgem entre os valores científicos e valores locais? Qual relação a ciência estabelece com o saber local de comunidades tradicionais? Dava-me conta de que, além de apresentar um ponto-de-vista sobre a temática, teria de defendê-lo, expondo com precisão os motivos que induziram tal opinião. Portanto, compreendei que a lógica de uma etnografia tem muito a ver com a construção de um estudo teórico de natureza reflexiva que consiste na ordenação de idéias sobre um determinado tema, mas que se aproxima de valores, tradicões e necessidades reais dos sujeitos pesquisados.

PALAVRAS-CHAVE: Valores – Ciência – Experiência – Cultura – Quilombolas




CARTAS TROCADAS: SÉRGIO BUARQUE DE
HOLANDA E OS BASTIDORES DA REVISTA KLAXON

Júlia Silveira Matos

RESUMO: Sérgio Buarque de Holanda consagrou-se por seu conceito de “Homem Cordial”, sua obra histórica é marcada pela preocupação e centralidade no estudo das gentes do Brasil, suas estruturas sociais, culturais e políticas. Nesse sentido, podemos nos perguntar: Qual sua participação no interior do movimento modernista brasileiro? Com o intuito de responder esses questionamentos, no presente artigo analisaremos a correspondência de Sérgio Buarque de Holanda nos anos de 1920, como um dos articuladores da revista modernista Klaxon.

PALAVRAS-CHAVE: Modernismo – Correspondência – Sérgio Buarque de Holanda




REPRESENTAÇÕES DA SOCIABILIDADE
FEMININA NA IMPRENSA DO SÉCULO XIX

Lucia M. A. Ferreira

RESUMO: As práticas discursivas da imprensa constituem-se como espaço sócio-histórico em que se articulam o poder e as transformações sociais e participam da construção da identidade cultural e da memória social. Os resultados apresentados neste trabalho fazem parte de um estudo sobre as representações da figura feminina na imprensa brasileira durante o século XIX. O discurso jornalístico é comparado ao discurso da história e às narrativas dos viajantes estrangeiros que registraram suas visões acerca da sociedade brasileira. Se, no início do século XIX, as mulheres eram praticamente invisíveis na imprensa, as mudanças nas configurações das representações ao longo do tempo indicam mudanças nos padrões relacionais e um crescente questionamento acerca de uma identidade feminina até então construída com referência exclusiva ao domínio familiar doméstico.

PALAVRAS-CHAVE: Imprensa brasileira – Século XIX – Representação – Figura feminina




AMIZADES LÍQUIDAS: CONSIDERAÇÕES SOBRE OS
ELOS (INTER)SUBJETIVOS NOS WEBLOGS

Marilda Ionta

RESUMO: Neste texto, busco problematizar as relações de amizade forjadas na cultura digital. Mais especificamente, discuto os vínculos sociais construídos em weblogs escritos por mulheres. A dimensão (inter) subjetiva da amizade, mediada na atualidade pelas novas tecnologias de comunicação, faz dessa prática social um locus atraente para compreensão dos deslocamentos que vêm ocorrendo na produção de nossa subjetividade contemporaneamente. Assim, a partir da análise de alguns blogs, indago sobre a pedagogia relacional e as políticas de amizade contidas nos blogs femininos e feministas na Internet, ou seja, nos vínculos sociais mediados por um novo saber técnico-científico que dá tonalidade à sociedade de informação.

PALAVRAS-CHAVE: Amizade – Subjetividade – Cultura digital




EVENTO TEÓRICO DE LA DÉCIMA BIENAL DE LA
HABANA: INCÓGNITA DE SUS CONTRADICCIONES

Hamlet Fernández Díaz

RESUMEN: En el presente artículo se realiza una evaluación del Evento Teórico de la Décima Bienal de La Habana, destacándose sus aciertos y sus contradicciones. En el mismo se toma como pretexto el eje temático ‘integración y resistencia en la era global’, propuesto por los organizadores como tema central de las reflexiones, para dialogar con algunas de las ponencias presentadas y actualizar conceptos tan espinosos como pueden ser: “integración”, “resistencia”, “recepción artística” y “formación del público”. Del mismo modo, se efectúa una incursión en el complejo problema de las políticas culturales en la era de la globalización. En una palabra, se da continuidad virtual a las discusiones sucedidas en el Evento Teórico de la 10ª Bienal de La Habana, ofreciéndose una visión enriquecida y enriquecedora del mencionado evento.

PALABRAS CLAVES: Bienal de La Habana – Postmodernidad – Recepción artística – Políticas



. Resenhas


A BIOGRAFIA DESAFIADA: OS CONTORNOS DE UMA
VIDA POR FRANÇOIS DOSSE

Alexandre Francisco Solano


O CINEMA COMO NARRATIVA HISTÓRICA: ROBERT
A. ROSENSTONE E A LINGUAGEM HISTÓRICA FÍLMICA

Grace Campos Costa e Rodrigo Francisco Dias