Fênix

 

MenuMaker

ARTIGOS & RESENHAS - ÍNDICE

Artigos

REPÚBLICA E “RELIGIÃO SOCIAL”: MAÇONS, ESPÍRITAS E
TEOSOFISTAS NO ESPAÇO PÚBLICO CEARENSE

Marcos José Diniz Silva


RESUMO: Analisa a atuação de maçons, espíritas e teosofistas no espaço público cearense na Primeira República, enquanto componentes duma rede de pensamento moderno-espiritualista, aqui definida como vertente espiritualista influenciada pelo racionalismo e cientificismo-positivista e guardando elementos das tradições esotéricas e ocultistas. Será perceptível nos discursos e práticas sociais desses agentes, a formulação de proposições alternativas de caráter religioso, social e político, constituindo-se alternativa ideológica original à política social do catolicismo e às organizações de esquerda, nos embates sociopolíticos e religiosos do Ceará das primeiras décadas do século XX.

PALAVRAS-CHAVE: Moderno – Espiritualismo – Espaço público – Questão social.

 

IMAGINÁRIO RELIGIOSO NOS EX-VOTOS E NOS
VITRAIS DA BASÍLICA DE TRINDADE – GO

Eduardo José Reinato


RESUMO: O presente estudo pretende analisar um conjunto de fontes ainda pouco exploradas na história de Goiás, que são os ex-votos das salas dos milagres do Santuário de trindade. A intenção é entender de que maneira se expressa a religiosidade popular através dos ex-votos, e perceber a reação do catolicismo oficial a esse tipo de manifestação. Isto porque, viu-se nos últimos anos uma tentativa de controle do imaginário através da imposição de uma “guerra às imagens” não oficiais. Assim, a sala de Ex-votos foi reorganizada no santuário de Trindade, em Goiás. Mas o próprio santuário, além dos santos de devoção alinhados em vitrais, optou por catolicizar as práticas votivas. Ao se entrar na nave do Santuário de Trindade, vemos releituras dos ex-votos expostas nos vitrais, visto que incluem elementos não contidos nas tábuas votivas originais.

PALAVRAS-CHAVE: Ex-votos – Imaginário – Fontes visuais.

 

UMA MENSAGEM CRIPTOGRAFADA PELOS
ANCESTRAIS DO POVO SERGIPANO

Marcos Silva e Isis Carolina Garcia Bispo


RESUMO: A presença de cristãos-novos judaizantes, durante o período colonial, nas capitanias do Nordeste recifense e na Bahia é um fenômeno reconhecido na historiografia brasileira. No entanto, os poucos estudos sobre o assunto que analisam os cristãos-novos de Sergipe del Rey não indicam a prática do criptojudaísmo entre sua população. Seria o território de Sergipe, neste particular, exceção dentro da história nordestina? Assim, o artigo procura demonstrar a presença de práticas judaizantes em Sergipe desde a época colonial. Para tanto, analisa a história da localidade sergipana de Cedro de São João e interpreta algumas práticas culturais de seu povo como indícios de que esta população possui como ancestrais remotos cristãos-novos que, em parte, se dedicavam a práticas criptojudaicas.

PALAVRAS-CHAVE: Criptojudaísmo – Cultura Cristã-nova – História de Sergipe – Cigano.

 

O BATISMO DA MÁQUINA: REPRESENTAÇÕES DE
TECNOLOGIA EM ALCEU AMOROSO LIMA

Gilson Leandro Queluz


RESUMO: Este artigo pretende analisar as representações de tecnologia presentes na obra do pensador católico Alceu Amoroso Lima, em sua fase autoritária entre 1928-1946, dando destaque às obras No limiar da Idade Nova (1935) e Mitos de Nosso Tempo (1943). A concepção de técnica, presente no discurso do autor, se constituiu a partir de um forte diálogo com o discurso antimodernista e autoritário, oriundo de diversas fontes, especialmente do restauracionismo católico. Argumento que a representação de tecnologia, desenvolvida por Alceu Amoroso Lima, aparece como um dos fatores centrais para justificar o desejo de intervenção social, na crise da sociedade brasileira e da necessidade de recristianização da sociedade moderna. Também procuraremos compreender os antídotos propostos por ele a esta situação, ou seja, o papel da espiritualização da técnica, ou do batismo da técnica na sociedade capitalista.

PALAVRAS-CHAVE: Representações de Tecnologia – Tecnologia – Política – Alceu Amoroso Lima.

 

HISTÓRIA DA ARTE COMO HISTÓRIA DAS IMAGENS:
A ICONOLOGIA DE ERWIN PANOFSKY

Raquel Quinet Pifano


RESUMO: O objetivo deste texto é refletir sobre o método historiográfico de Erwin Panosfsky e seu conceito de iconologia. O método iconológico realiza a interpretação dos objetos artísticos, arquitetura, pintura ou escultura, a partir da decomposição das imagens e reconstrução de seus percursos no tempo e no espaço chegando ao que o autor chama de “síntese recriativa”.

PALAVRAS-CHAVE: Erwin Panofsky – História da Arte – Iconologia.

 

O TEMA DA TRAIÇÃO NA DRAMATURGIA BRASILEIRA
PELAS LENTES DO GRUPO TAPA

Rosangela Patriota


RESUMO: Este artigo analisa os textos teatrais que integraram o curso Dramaturgia da Traição, ministrado pelo Grupo Tapa, em 1998.

PALAVRAS-CHAVE: História e Teatro – Grupo Tapa – Dramaturgia Brasileira.

 

A HISTORIOGRAFIA CLÁSSICA DO CINEMA NACIONAL E A BELA ÉPOCA DO CINEMA
BRASILEIRO: A INFLUÊNCIA DE PAULO EMÍLIO SALLES GOMES

Julierme Morais


RESUMO: Este artigo pretende evidenciar que a trilogia de ensaios Panorama do cinema brasileiro: 1896/1966 (1966), Pequeno cinema antigo (1969) e Cinema: trajetória no subdesenvolvimento (1973), do crítico e historiador Paulo Emílio Salles Gomes, constituiu-se numa teia interpretativa do recorte da Bela época do cinema brasileiro na historiografia cinematográfica nacional.

PALAVRAS-CHAVE: Historiografia – cinema brasileiro – Bela Época – Paulo Emílio Salles Gomes.

 
Dossiês

APRESENTAÇÃO DO DOSSIÊ "O TAPETE... VOADOR:
TEORIAS DO ESPETÁCULO E DA RECEPÇÃO"

Marcus Mota e Robson Corrêa de Camargo

 

 

DALCROZE, A MÚSICA E O TEATRO – FUNDAMENTOS
E PRÁTICAS PARA O ATOR COMPOSITOR

Adriana Fernandes


RESUMO: O presente trabalho expõe uma tentativa experimental de trabalho para a voz do ator baseada na metodologia de Emile-Jaques Dalcroze denominada de rítmica ou eurítmica. É uma tentativa de relacionar a música e o teatro e por consequência também a dança, pois Dalcroze entendia o fazer musical de forma corporal. O objetivo é encontrar ferramentas úteis para o treinamento do ator, principalmente para o desenvolvimento vocal. São expostos os princípios norteadores da metodologia Dalcroziana que são relacionados na prática em sala de aula em duas universidades brasileiras envolvendo os parâmetros musicais: altura, duração, intensidade e timbre. Finalmente, o trabalho apresenta uma etnografia de uma performance de Julia Varley do Odin Teatret, especialmente dedicada ao trabalho de voz do ator.

PALAVRAS-CHAVE: Dalcroze – Parâmetros Musicais – Voz – Julia Varley – Eurítmica.

 

POR UMA ABORDAGEM NÃO AGONÍSTICA DAS
TEORIAS TEATRAIS: O CASO MEYERHOLD

Marcus Mota


RESUMO: Neste artigo eu proponho uma abordagem não agonística para interrogar teorias elaboradas a partir de obras teatrais. Pois, no lugar de ler teorias teatrais como textos homogêneos e fechados em si mesmos, deveríamos explorar a interface entre sua argumentação e os processos criativos. Para exemplificar essa abordagem proposta, textos de V.Meyerhold serão analisados.

PALAVRAS-CHAVE: Teoria teatral – História do Teatro – Meyerhold.

 

O REI STANISLAVSKI NO TEMPO DA PÓS-MODERNIDADE:
TRADUÇÕES, TRAIÇÕES, OMISSÕES E OPÇÕES

Michel Mauch, Adriana Fernandes e Robson Corrêa de Camargo


RESUMO: Constantin Stanislavski (1863–1938) é até hoje reconhecido como um dos principais sistematizadores do processo de trabalho do ator e de construção da personagem. Entretanto, opiniões desfavoráveis ou leituras imprecisas de seus trabalhos levaram a que conceitos e propostas sobre o trabalho atoral fossem gerados. Isto ocorre, principalmente, graças às negligências e imposições editoriais ocorridas nas traduções ao inglês feitas no século XX (Ed. Theatre Arts Books), as quais regeram a publicação de suas obras em praticamente todo o ocidente. Neste trabalho focamos nossas análises na obra El Trabajo del Actor sobre su Papel (traduzida diretamente do russo pela Ed. Quetzal) — que seria a“equivalente” a obra brasileira A Criação de um Papel (Ed. Civilização Brasileira). Após o cotejo trazemos aqui alguns dos excertos “inéditos” para os leitores de nossa língua. Nos fragmentos aqui enfocados Stanislavski debruça-se nas dificuldades do trabalho do ator dentro de determinados procedimentos “vanguardistas” de sua época.

PALAVRAS-CHAVE: Stanislavski – A Criação de um Papel El Trabajo del Actor sobre su Papel – Preparação de atores – Construção de personagens.

 

A MEDIAÇÃO TEATRAL COMO EXPERIÊNCIA
ESTÉTICO-EDUCATIVA

Ney Wendell


RESUMO: Esta pesquisa está sendo desenvolvida no doutorado do Programa de Pós-graduação em Arte Cênicas da Universidade Federal da Bahia e é vinculada a área da recepção estética, observando e focando mais os estudos sobre a mediação teatral e suas possibilidades de formação de públicos autônomos e de ser uma metodologia de teatro-educação para as escolas, verificando isto a partir das experiências desenvolvidas pelo projeto e espetáculo Cuida Bem de Mim. Este espetáculo, ao longo dos 12 anos se transformou no Projeto Cuida Bem de Mim e realiza diversas ações artístico-pedagógicas nas escolas públicas (oficinas, seminários, cursos, apresentação da peça, debates, pesquisas de impacto etc.), efetivando o enfrentamento da violência através da metodologia teatral. A pesquisa traz um estudo sobre as metodologias de mediação teatral utilizadas pelo projeto, analisando mais a realização de suas atividades no período de 2002 a 2007 com 14 escolas públicas de Salvador, Recife e Rio de Janeiro, através dos diversos materiais de pesquisas disponibilizados pela organização não governamental Liceu de Artes e Ofícios da Bahia, onde se desenvolveu o Cuida Bem de Mim até 2008.

PALAVRAS-CHAVE: Mediação Teatral – Metodologia – Espectador.

 

NEVA LEONA BOYD E OS JOGOS TEATRAIS:
POLIFONIAS NO TEATRO IMPROVISACIONAL DE VIOLA SPOLIN

Robson Corrêa de Camargo


RESUMO: Esta monografia detalha o conceito de jogo como foi entendido por Neva Leona Boyd (1876- 1963), apresentando aspectos de seu pensamento, da característica de sua prática, explicitando os preceitos e as ligações com o sistema de jogos teatrais de Viola Spolin (1906-1994). Aborda-se a distinção de jogo (play) e jogo (game), sua estruturação prática, a partir de uma análise dos principais escritos de Neva Boyd.

PALAVRAS-CHAVE: Trabalho Social – Jogo Dramático – Hull House – Resolução de Problemas.

 

TEATRO DE RUA, RECEPÇÃO E IDENTIDADES:
OIGALÊ, TCHÊ!

Taís Ferreira


RESUMO: Este artigo trata de questões relativas à recepção do teatro de rua a partir de experiências da Cooperativa de Artistas Teatrais Oigalê (RS). Para tanto, discutem-se técnicas e estratégias de encenação voltadas à recepção desenvolvidas nos espetáculos de teatro de rua do grupo. O debate volta-se à ressignificação efetuada pela Oigalê na criação de seus personagens gaudérios, construíndo uma nova recepção da identidade gaúcha.

PALAVRAS-CHAVE: Teatro de rua – Recepção – Identidade.

 
Resenhas

LEITURA CRÍTICA DE O MUNDO É UM MOINHO: O TEATRO POPULAR NO SÉCULO XX.
HISTÓRIAS E EXPERIÊNCIAS

Alexandre Mate

 

 

O CHÃO DA PALAVRA: CINEMA E LITERATURA NO BRASIL: A CULTURA CINEMATOGRÁFICA E
LITERÁRIA BRASILEIRAS SOB O OLHAR DE JOSÉ CARLOS AVELLAR

Matheus Oliveira Knychala Biasi

 

 
Fênix - Revista de História e Estudos Culturais | ISSN: 1807-6971 | Todos os direitos reservados.