DOSSIÊ “SANDRA JATAHY PESAVENTO: A HISTORIADORA E SUAS
INTERLOCUÇÕES (SEGUNDA PARTE)”


- A Sensibilidade na Vida e Obra da Historiadora Sandra Pesavento - A Questão da Interdisciplinaridade,

Postura Crítica e a História Cultural
Nádia Maria Weber Santos

- A Liberdade e o Erro: A Ação da Censura Luso-Brasileira (1769-1834)
Márcia Abreu

- A Invenção Branca da Liberdade Negra: Memória Social da Abolição Em Porto Alegre
Maria Angélica Zubaran

- Sandra Pesavento e a Grande Pergunta
Carla Simone Rodeghero

- Sensibilidades Sociais e História de Vida
Monica Pimenta Velloso

- Por uma História Cultural da Escravidão, da Presença Africana e das Mestiçagens
Eduardo França Paiva



ARTIGOS


- Sobre o Teatro Brasileiro Contemporâneo e a Encenação de “Restos” [“Wrecks”] por Antonio Fagundes

Rosangela Patriota


- Machado de Assis y el Teatro de António José
da Silva
Kenia Maria de Almeida Pereira


- Dançando nos Espacos das Rupturas: Olhares
Sobre Influências das Danças Moderna e
Expressionista no Brasil
Alba Pedreira Vieira


- Orígenes: Um Asceta Condescendente com a
Matéria. A Ambiguidade Espiritual-material na Existência
Bem-aventurada

Ronaldo Amaral


- Estudo Genealógico e Messianismo Português: O Rei para Bandarra
Leandro Henrique Magalhães


- Educação e Dominação Social: O Ensino de
História no Regime Militar Brasileiro
Osvaldo Mariotto Cerezer


- Releitura da História do Holocausto por Meio da Escritura Autobiográfica das Vítimas
Vera Silveira Regert


- O Teatro e a Democracia na Grécia do Século V A.C.: Um Gênero Artístico a Serviço da Aristocraica no Período Clássico
Paulo Rogério de Souza e
Alessandro Santos da Rocha


- Ciência para Todos: A Exposição de Paris de 1889 em Revista
Alda Heizer


- A Infância em Teresina nas Primeiras Décadas do Século XX
Pedro Vilarinho Castelo Branco



RESENHAS


- Dicionário do Teatro Brasileiro: Temas, Formas e Conceitos – O Universo Cênico em Movimento

Leilane Aparecida Oliveira

- Uma Leitura Historiográfica de Três Contribuições do Livro A Experiência do Tempo
Mateus Henrique de Faria Pereira




 
 


A INFÂNCIA EM TERESINA NAS PRIMEIRAS DÉCADAS
DO SÉCULO XX

Pedro Vilarinho Castelo Branco

RESUMO: Este trabalho analisa a produção discursiva de um grupo de intelectuais piauienses que, durante o século XX, orientaram sua escrita para uma ação modernizadora das noções de infância. O principal argumento se organiza em torno da tese de que esta produção discursiva oferecia parâmetros culturais que favorecessem, o rompimento com uma mentalidade rural, fundada na tradição e na oralidade, e por outro lado, o surgimento de novas práticas sociais lastreadas numa relação com a cultura escrita, com as sociabilidades citadinas e com a escola.

PALAVRAS-CHAVE: Infância – Literatos – Sociabilidades

ABSTRACT: This study analyse the production of a group of piauienses Writers that use, during the XX century, their writing as na strategy of action, in order provide changes in the childhood. The goal of these writers was to make people change tradicional practice and the rural mentality, based on oral tradition, obtaining a new quotidian practice, base don a close relationship with the graphic culture, with the urban sociability and with the educational system.

KEYWORDS: Childhood – Writers – Sociability