Fênix

 

MenuMaker
 

A HISTORIOGRAFIA BRASILEIRA DA ESCRAVIDÃO ENTRE OS ANOS 1970 E 1980:
ESCRITA, CONTEXTO E INSTITUIÇÃO

Roberto Manoel Andreoni Adolfo
Universidade Estadual Paulista – “Júlio Mesquita Filho” - UNESP
roberto_manoel@hotmail.com

RESUMO: A historiografia brasileira da escravidão a partir dos anos 1980 assistiu a diversas reformulações, tanto teórico-metodológicas quanto institucionais. Como objeto de estudo, a escrita da história neste período de transição ainda carece de avaliações mais profundas e sistemáticas. Alguns autores, no entanto, na maioria historiadores da escravidão, dedicaram-se a analisar, em alguns artigos, determinados pontos singulares destas mudanças historiográficas. Nenhum deles, porém, deu ênfase à pertinência das articulações entre a escrita da história e o seu contexto sócio-político e institucional de produção. O presente artigo, portanto, depois de evidenciar tal lacuna temática nos estudos sobre a escravidão, pretende fazer alguns apontamentos que revelem tais relações entre texto e contexto; primeiramente fazendo algumas considerações acerca do contexto institucional, e, em segundo lugar, sobre o contexto sócio-político, tudo isso estabelecendo os devidos nexos com as obras/autores elencados.

PALAVRAS-CHAVE: historiografia; instituição; escravidão.

BRAZILIAN HISTORIOGRAPHY OF SLAVERY BETWEEN 1970 AND 1980 YEARS:
WRITING, CONTEXT AND INSTITUTION

ABSTRACT: Brazilian historiography of slavery from the 1980s saw several restatements, both theoretical-methodological as institutional. As a study object, the writing of History in this period of transition still requires deeper and more profound and systematic evaluations. Some authors, however, most of them slavery historians, dedicated themselves to analyze, in some articles, certain singular points of these historiographical changes. None of them, however, emphasized the pertinence of the articulations between the writing of History and its social-political and institutional context of production. This article, therefore, after evidencing such thematic gap in studies about slavery, intends to make a few notes which reveal such relations between text and context; firstly making some considerations regarding the institutional context and, after that, regarding the social-political context, establishing the attachments with the listed works/authors.

KEYWORDS:
historiography; institution; slavery.

 

abrir  download

 
Fênix - Revista de História e Estudos Culturais | ISSN: 1807-6971 | Todos os direitos reservados.