Fênix

 

MenuMaker
 

PROTAGONISTAS NEGROS DO SAMBA DE SÃO PAULO: VIDA COMUNITÁRIA, ARTE E RACISMO

Amailton Magno Azevedo
Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC/SP
amailtonazevedo@gmail.com

RESUMO: Este artigo pretendeu rastrear histórias de sambistas negros que protagonizaram a consolidação do samba na cidade São Paulo. As histórias dos sambistas negros instituíram uma narrativa histórica multicêntrica, que se difundiu em vários espaços geográficos – do centro à margem, de norte a sul, de oeste a leste da cidade. Histórias moduladas pelo sentimento de comunidade carnavalesca, pela música, saberes orais-acústicos, relações familiares e de amizade. Por toda São Paulo há rastros dessa memória, apesar da tragédia urbana brasileira no século XX que promoveu segregações sócio espacial do negro e do pobre empurrando-os para os morros, periferias e franjas da cidade.

PALAVRAS-CHAVE: Vida comunitária - Cultura negra - Artes


BLACK PROTAGONISTS OF SAMBA IN SÃO PAULO: COMMUNITY LIFE, ART AND RACISM

ABSTRACT: This paper aims to trace the histories of black samba singers, who staged the consolidation of samba in Sao Paulo. Those black samba singers histories have created a multicenter historical narrative, which spread in various geographical areas - the center to the edge, from north to south, from west to east. Histories modulated by the community carnival feelings, music, oral-acoustic knowledge, family relationships and friendships. Throughout São Paulo there are memory trails, despite the urban brazilian tragedy in the twentieth century that promoted black and poor social and spatial segregation pushing them to the hills, suburbs and fringes of the city.

KEYWORDS:
Community Life - Black Culture - Arts

 

abrir  download

 
Fênix - Revista de História e Estudos Culturais | ISSN: 1807-6971 | Todos os direitos reservados.