O ENSAIO SOCIOLÓGICO DE GILBERTO FREYRE: DIALOGISMO DE FORMAS DISCURSIVAS

  • Tatiana Batista Alves
  • Colégio Pedro II – CPII
  • tatianabatistaalves@hotmail.com

RESUMO: O artigo aponta para duas bases fundamentais do ensaio de Gilberto Freyre, em particular, Casa-Grande & Senzala — o discurso científico e a narrativa literária, que dialogam em harmonia e estabelecem um campo de sentidos singular nas Ciências Sociais do início do século XX. Dessa forma, o ensaio freyreano fez uma das interpretações mais ricas, inovadoras, polêmicas e contraditórias do Brasil. Para afirmar e comprovar que a sociedade e a cultura brasileira são de natureza híbrida, o autor constrói também um texto híbrido, que dialoga com diversas formas de representação, estabelecendo, assim, uma comunhão perfeita entre o objeto de investigação e o texto que o representa.

PALAVRAS-CHAVE: Ensaio – Literatura – Ciência – Dialogismo – Hibridismo

ADORNO, Theodor W. O ensaio como forma. In: ADORNO, Theodor W. Notas de Literatura I. Tradução de. Jorge de Almeida. São Paulo: Duas Cidades; 34. ed., 2003. (Coleção Espírito Crítico)

ARAÚJO, Ricardo Benzaquen de. Guerra e Paz: Casa-Grande & Senzala e a obra de Gilberto Freyre. 2 ed. São Paulo: Ed. 34, 2005.

BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. Tradução de Paulo Bezerra. 4. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

BEZERRA, Paulo. Polifonia. In: BRAIT, Beth. (Org.). Bakhtin: conceitos-chave. 2. ed. São Paulo: Contexto, 2005.

FREYRE, Gilberto. Alhos e bugalhos: ensaios sobre temas contraditórios. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1978.

FREYRE, Gilberto. Tempo morto e outros tempos: trechos de um diário de adolescência e primeira mocidade – 1915-1930. Rio de Janeiro: J. Olympio, 1975.

FREYRE, Gilberto. Casa-grande & Senzala: formação da família brasileira sob o regime da economia patriarcal. 36 ed. Rio de Janeiro: Record, 1999.      

FREYRE, Gilberto.Como e porque sou e não sou sociólogo. Brasília:UnB, 1968.

FOWLER, Alastair. Kinds of Literature: Introduction to the Theory of Genres and modes. London: Oxford, University Press, 1982.

LE GOFF, Jacques. História e Memória. 5 ed. Campinas: Unicamp, 2003.

LUKÁCS, Georg. On the Nature and Form of the Essay. In: LUKÁCS, Georg . Soul and Form. London: Merlin Press, 1974.