SÃO FRANCISCO DE ASSIS, A COMÉDIA DE DANTE E A INTERPRETAÇÃO FIGURAL

  • Aldilene Marinho César Almeida Diniz
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ
  • aldicesar@gmail.com

RESUMO: A vida de São Francisco de Assis deu origem a muitos relatos hagiográficos, inúmeras imagens e serviu de inspiração para diversos movimentos místico-religiosos. A popularidade do santo rendeu-lhe, inclusive, uma aparição n’A Divina Comédia, de Dante Alighieri, na qual é representada uma trajetória biográfica do Poverello assisense, desenvolvida através de uma alegoria medieval. O filólogo alemão Erick Auerbach lançou mão de tal alegoria em alguns de seus estudos sobre o esquema de interpretação figural. Assim sendo, o objetivo deste artigo é discutir como as primeiras hagiografias de São Francisco construíram, a partir desse esquema, uma imagem do santo como consumação da figura de Cristo, de acordo com as discussões desenvolvidas por Auerbach, em Mimesis (1946) e em outros de seus ensaios sobre o tema.

PALAVRAS-CHAVE: Francisco de Assis – Erick Auerbach – Interpretação Figural

AUERBACH, Erich. São Francisco de Assis na Comédia de Dante. In: AUERBACH, Erich. Figura. São Paulo: Ática, 1997. p. 65.

AUERBACH, Erich. Mimesis: A representação da realidade na literatura ocidental. São Paulo: Perspectiva, 2001.

AUERBACH, Erich. Figura. In: AUERBACH, Erich. Figura. São Paulo: Ática, 1997.

AUERBACH, Erich. Mimesis: A representação da realidade na literatura ocidental. São Paulo: Perspectiva, 2001.

AUERBACH, Erich. São Francisco de Assis na Comédia de Dante. In: AUERBACH, Erich. Figura. São Paulo: Ática, 1997.

BELTING, Hans. Likeness and Presence. A History of the Image before the Era of Art. Chicago: University of Chicago Press, 1997.

CERTEAU, Michel de. A escrita da história. Tradução de Maria de Lourdes Menezes. Rio de Janeiro: Forense-Universitária, 1982.

CARONE, Modesto. Um roteiro do conceito de figura. In: AUERBACH, Erich. Figura. São Paulo: Ática, 1997.

DANTE ALIGHIERI. A Divina Comédia. Tradução de José Pedro Xavier Pinheiro. São Paulo: Atena, 1955.

DANTE ALIGHIERI. Paraíso: Canto XI. In: DANTE ALIGHIERI.. A Divina Comédia. Tradução de José Pedro Xavier Pinheiro. São Paulo: Atena, 1955.

LE GOFF, Jacques. Sao Francisco de Assis. São Paulo: Record, 2001. p. 9.

LIMA, Luiz Costa. Auerbach: história e metaistória. In: ______. Sociedade e discurso ficcional. Rio de Janeiro: Guanabara, 1986, p. 418.

LUACES, JoaquínY. La imagen del fraile franciscano. VI Semana de Estudios Medievais – Espiritualidad, Franciscanismoc, Najera: Logroño (Ed. Instituto de Estudios Riojanos), p. 194, 1996.

TOMÁS DE CELANO. Primeira Vida. In: TEIXEIRA, Celso Márcio. (Org.). Fontes Franciscanas e Clarianas. Petrópolis: Vozes, 2008. p. 197-299.

RÉAU, Louis. Iconographie de l’art chrétien. Iconographie des saints. Paris: PUF, Tomo III, vol. I., p. 518-519, 1958.

Cf. VEGA, Virgilio B. La Difusión de la iconografía franciscana a fines de la Edad Media. ‘Il Poverello’ de Asís en la entalladura del siglo XV. VI Semana de Estudios Medievais – Espiritualidad, Franciscanismoc, Najera: Logroño (Ed. Instituto de Estudios Riojanos), p. 285-86, 1996.

CARTA ENCÍCLICA de Frei Elias. In: TEIXEIRA, Celso Márcio. (Org.). Fontes Franciscanas e Clarianas. Petrópolis: Vozes, 2008, p. 1453-55; 1454.

Ver: FRUGONI, Chiara. Francesco e l’invenzione delle stimmate: una storia per parole e immagini fino a Bonaventura e Giotto. Torino: Einaudi, 1993.

Ver: TEIXEIRA, Celso Márcio. Introdução. In: ______. (Org.). Fontes Franciscanas e Clarianas. Petrópolis: Vozes, 2008. p. 2

 SÃO BOAVENTURA. Legenda Maior. In: TEIXEIRA, Celso Márcio. (Org.). Fontes Franciscanas e Clarianas. Petrópolis: Vozes, 2008, p. 636-37.

LIVRO DO PROFETA ISAIAS (6 : 1-2). In: Bíblia de Jerusalém. São Paulo: Paulus, 2003, p. 1263.

GAJANO, Sofia B. Santidade. In: LE GOFF, Jacques; SCHMITT, Jean-Claude. (Coord.). Dicionário Temático do Ocidente Medieval. Tradução de Eliana Magnani. São Paulo: EDUSC, 2002, p. 455. V. II.

O termo Dama Pobreza aparece em um dos escritos hagiográficos franciscanos, I Fioretti, e também por diversas vezes em títulos atribuídos a muitas pinturas que representam o tema do casamento místico. Sobre o texto hagiográfico ver: HUGOLINO DE MONTEGIORGIO; et al. I Fioretti. In: TEIXEIRA, Celso Márcio. (Org.). Fontes Franciscanas e Clarianas. Petrópolis: Vozes, 2008, p. 1592.

CARONE, Modesto. Um roteiro do conceito de figura. In: AUERBACH, Erich. Figura. São Paulo: Ática, 1997, p. 7.

Ver: VAUCHEZ, André. Les stigmates de saint François et leurs détracteurs dans les derniers siècles du moyen âge. In: Mélanges d’archéologie et d’histoire, vol. 80, Numéro 2, p. 595-625, Année 1968.