A ARTE DA MULHER NO MUSEU: DINÉIA DUTRA E EXEMPLOS DE AUTORREPRESENTAÇÃO

  • Armando de Aguiar Guedes Coelho
  • Universidade Federal de Goiás – UFG
  • armandocoelho@gmail.com

RESUMO: Este artigo se propõe a analisar três gravuras da artista goiana Dinéia Dutra (1954-1988), utilizando conceitos da teoria de gênero discutidos por autores que estudam a relação entre arte e gênero, levantando algumas abordagens que tocam a questão da mulher na academia de arte, da obra da artista mulher no museu e em especial da legitimação do trabalho artístico da mulher pelas instituições de arte. Nos três trabalhos analisados, que fazem parte da reserva técnica do acervo do MAG, aspectos simbólicos da obra de gravura em metal serão relacionados em uma abordagem sócio-cultural da mulher goiana em sua constituição histórica.

PALAVRAS-CHAVE: Arte brasileira – Mulheres artistas – Cenário artístico goianiense

BAILLARGEON, Denyse. No calor do debate: A maternidade em perspectiva. Tradução de Tania Navarro-Swain. Textos de Historia, Revista da Pós-graduação em Historia da UNB, Brasília, v. 8, n. 1/2, p. 139-155, 2000.

BITTAR, Maria José Goulart. As três faces de Eva na Cidade de Goiás. Goiânia: Kelps, 2002.

CORALINA, Cora. Poemas dos Becos de Goiás e Estórias Mais. São Paulo: Global, 1993.

COSTA, Cristina. A Imagem da Mulher: Um estudo de arte brasileira. Rio de Janeiro: Senac Rio, 2002.

CHIARELLI, Tadeu. Arte internacional brasileira. São Paulo: Lemos-Editorial, 2002.

CHADWICK, Whitney. Women, art, and Society. Fourth Edition. London: Thames and Hudson, 2007.

DE LAURETIS, Teresa. Technologies of Gender, Eessays onTtheory, Film and Fiction. Bloomington/ Indiana: Indiana University Press, 1987.

DEL PRIORE, Mary. Ao Sul do Corpo: condição feminina, maternidades e mentalidades no Brasil Colônia. Rio de Janeiro / Brasilia: José Olympio / Edunb, 1993.

FELÍCIO, Brasigóis. O Áspero Ofício da Gravura em Metal. O Popular, Caderno 2, Goiânia, 11 Out. 1981.

ISMÉRIO, Clarisse. Mulher: a moral e o imaginário: 1889-1930. Porto Alegre: EDIPUCRS, 1995.

JORGE, Miguel. Dinéia Dutra. O Popular, Suplemento Cultural, Goiânia, 27 Set. 1980.

LACERDA, Gustavo Biscaia. O momento comtiano: república e política no pensamento de Augusto Comte. 2010. Tese (Doutorado em Sociologia Política) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2010.

LOPONTE, Luciana Grupelli. Mulheres e artes visuais no Brasil: caminhos, veredas, descontinuidades. Visualidades: Revista do Programa de Mestrado em Cultura Visual I – Faculdade de Artes Visuais I UFG, Goiânia, v. 6, n.1 e n. 2, 2008.

NOCHLIN, Linda. Why have there been no great women artists? In: NOCHLIN, Linda. Women, art, and power and other essays. Colorado: Westview, 1989.

SAINT-HILAIRE, August de. Viagem à Província de Goiás. Belo Horizonte / São Paulo: Itatiaia / EDUSP, 1975.

SANTANA, Rosemere O. História das mulheres ou estudos de gênero: contribuições para um debate. II seminário Nacional de gênero e práticas culturais. João Pessoa: Culturas, leituras e representações, 2009.

SIMIONE, Ana Paula Cavalcanti. O Corpo Inacessível: as mulheres e o ensino artístico nas academias do século XIX. ArtCultura, Uberlândia, v. 9, n. 14, Jan.-Jun, p. 83-97, 2007.

TILLY, Louise A. Gênero, história das mulheres e História social. Cadernos Pagu, n. 3, p. 29-62, 1994.