DA ÁGUA À PLANÍCIE: PARA RECORDAR BUDAPESTE

  • Eduardo José Reinato
  • Pontifícia Universidade Católica de Goiás – PUC/GO
  • eduardo.reinato63@gmail.com

John Lukacs, é um historiador húngaro-americano que já escreveu mais de 30 livros, incluindo Cinco Dias em Londres, Maio de 1940 e Uma nova República. Lukács nasceu em Budapeste, filho de pai católico e mãe judia. Durante a Segunda Guerra Mundial, ele foi forçado a servir em um batalhão de trabalho húngaro para os judeus. Durante a ocupação alemã da Hungria em 1944 – 1945 ele conseguiu escapar da deportação para os campos de extermínio, e sobreviveu ao cerco de Budapeste. Em 1946, quando se tornou claro que a Hungria ia ser um regime comunista, migrou para os Estados Unidos. Neste país, tornou-se professor de história na Chestnut Hill College de 1947 a 1994. Atuou como professor visitante na Universidade Johns Hopkins, Columbia University, Princeton University, Universidade La Salle, Regent College, em British Columbia e da Universidade de Budapeste, e Faculdade Hanover.

LUKACS, John. Em Budapeste 1900: Um Retrato Histórico de uma cidade e sua cultura. Rio de Janeiro: José Olympio, 2009.