REPENSANDO A BRUXARIA NÓRDICA MEDIEVAL

  • Johnni Langer
  • Universidade Federal do Maranhão – UFMA
  • johnnilanger@yahoo.com.br

Bruxas e bruxaria. Definitivamente, um dos temas historiográficos mais polêmicos e repletos de concepções teóricas. Mas a maior parte dos estudos tem se concentrado no período moderno, onde as acusações e os processos de execução são mais quantitativos e politicamente importantes. No imaginário popular, porém, predomina a associação das bruxas com a “Idade das Trevas”, esse período obscuro inventado pelos renascentistas. De qualquer modo, a origem e difusão das representações sobre bruxaria provem da Idade Média Central, e são repletas de lacunas, problemáticas e desafios para os historiadores contemporâneos.

FRANCO JÚNIOR, Hilário. Cristianismo medieval e mitologia. In: FRANCO JÚNIOR, (Org.) A Eva barbada: ensaios de mitologia medieval. São Paulo: Edusp, 1996.

GINZBURG, Carlo. História noturna: decifrando o sabá. São Paulo: Cia. das Letras, 2001.

GINZBURG, Carlo. O fio e os rastros: verdadeiro, falso, fictício. São Paulo: Cia das Letras, 2007.

JOCHENS, Jenny. Old Norse Magic and gender. Scandinavian Studies n. 63, 1991.

JOCHENS, Jenny. Review of François-Xavier Dillman, Les magiciens dans l´Islande ancienne. Scandinavian Studies n. 78, 2006.

LANGER, Johnni. Pagãos e cristãos na Escandinávia da Era Viking: uma análise do episódio de conversão da Njáls saga. Revista Brasileira de História das Religiões, n. 10, p. 3-22, 2011. Disponível em: <www.dhi.uem.br/gtreligiao> Acesso em: 05/01/2011.

LANGER, Johnni. Galdr e feitiçaria nas sagas islandesas: uma análise do poema Buslubæn. Brathair, vol. 9, n. 1, p. 66-90, 2009. Disponível em: <www.brathair.com> Acesso em: 05 Jan. 2011.

LANGER, Johnni. Seiðr e magia na Escandinávia medieval: reflexões sobre o episódio de Þorbiorg na Eriks saga. Signum, vol. 11, n. 1, p. 177-202, 2010. Disponível em: <www.revistasignum.com> Acesso em: 05/01/2011.

LANGER, Johnni. Deuses, monstros, heróis: ensaios de mitologia e religião viking. Brasília: Editora da UNB, 2009.

MITCHELL, Stephen. Witchcraft and Magic in the Nordic Middle Ages. Philadelphia: University of Pennsylvania Press, 2011.

MITCHELL, Stephen A. Learning magic in the sagas. In: BARNES, Geraldine & ROSS, Margaret Clunie. (Ed.) Old Norse Myths: literature and society. Sydney: Centre for Medieval Studies, 2000.

MITCHELL, Stephen A. Blåkulla and its antecedents: transvection and conventicles in nordic witchcraft. Álvismál, n. 7, p. 81-100, 1997.

NOGUEIRA, Carlos Roberto Figueiredo. Bruxaria e história: as práticas mágicas no Ocidente cristão. São Paulo: Edusc, 2004.

PRICE, Neil. L´esprit viking em avence sur son temps. In: BOYER, Régis (org). Les vikings, premiers européens: les nouvelles découvertes de l´archéologie. Paris: Éditions Autrement, 2005.

RUSSEL, Jeffrey & ALEXANDER, Brooks. História da bruxaria. São Paulo: Aleph, 2008.

SOUZA, Laura de Mello e. A feitiçaria na Europa Moderna. São Paulo: Ática, 1987.

THOMAS, Keith. Religião e o declínio da magia. São Paulo: Cia das Letras, 1991.