Da literatura indianista à literatura indígena

Sobre a Imagem, o Lugar e o protagonismo do/a indígena em termos de constituição da identidade brasileira

  • Leno Francisco Danner Universidade Federal de Rondônia - UNIR
  • Julie Dorrico Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - PUCRS
  • Fernando Danner Universidade Federal de Rondônia – UNIR
Palavras-chave: Indianismo, Indígena, Identidade Nacional, Ativismo, Politização

Resumo

Tematizamos a imagem, o lugar e o protagonismo do/a indígena na formação da identidade nacional, a partir de uma contraposição entre a literatura indianista, em que o colonizador fala racialmente sobre o/a indígena, e a literatura indígena brasileira contemporânea, em que o/a próprio/a indígena fala politicamente de si mesmo/a e por si mesmo/a, a partir de suas experiências e histórias como minoria político-cultural produzida pela colonização. Argumentaremos que a voz-práxis indígena enunciada como lugar de fala político e politizante permite a desconstrução do mito da fusão racial desenvolvido pela literatura indianista, que leva à invisibilização do racismo estrutural e que resolve de modo apolítico a história de violência da colonização, formando a grande família Brasil que, daqui para diante, não precisará mais da política, mas apenas da ordem autoritária e da obediência cega, para resolver seus problemas de família.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALENCAR, José de. O guarani. 2 ed. Barueri, SP: Ciranda Cultural, 2017 [1857].

ALENCAR, José de. Iracema. Porto Alegre: L&PM, 2017 [1865].

ALENCAR, José de. Ubirajara. Paris: Imp. Paul Dupont (Cl.), 1926 [1874].

BOSI, Alfredo. História concisa da literatura brasileira. 51 ed. São Paulo: Cultrix, 2017.

CUNHA, Manuela Carneiro da. Índios no Brasil: história, direitos e cidadania. 1ª ed. São Paulo: Claro Enigma, 2012.

GAMBINI, Roberto. Espelho índio: a formação da alma brasileira. Coordenação Mary Lou Paris, Caio Kulgemas. São Paulo: Axis Mundi: Terceiro Nome, 2000.

GANDAVO, Pero de Magalhães. Tratado da Terra do Brasil; História da Província de Santa Cruz. Belo Horizonte: Ed. Itatiaia. São Paulo: Ed. da Universidade de São Paulo, 1980 [1826]).

JECUPÉ, Kaká Werá. Oré awé roiru’a ma: Todas as vezes que dissemos adeus: Whene-ver we said goodbye. Fotos Adriano Gambarini, 2ª ed. rev. e com novas fotos. São Pau-lo: TRIOM, 2002.

KOPENAWA, Davi; ALBERT, Bruce. A queda do céu: palavras de um xamã yanoma-mi. São Paulo: Companhia das Letras, 2015.

KRENAK, Ailton. Encontros. Organização de Sérgio Cohn. Rio de Janeiro: Azougue Editorial, 2015.

MUNDURUKU, Daniel. Histórias de índio. Ilustrações Laurabeatriz. 2ª ed. São Paulo: Companhia das Letrinhas, 2016.

MUNDURUKU, Daniel. Coisas de índio: versão infantil. 2.ed. São Paulo: Callis Ed., 2010.

MUNDURUKU, Daniel. Ensaios poéticos de Daniel Munduruku. 2. Ed. Lorena: DM Projetos Especiais, 2019.

OLIVIERI-GODET, Rita. A alteridade ameríndia na ficção contemporânea das Améri-cas: Brasil, Argentina, Quebec. Belo Horizonte, MG: Fino Traço, 2013.

POTIGUARA, Eliane. Metade cara, metade máscara. Lorena: UK’A Editorial, 2018.

POTIGUARA, Eliane. Metade cara, metade máscara. São Paulo: Global, 2004.

ROSA, Francys Mary Soares Correia da. “Representações do indígena na literatura bra-sileira”. In: DORRICO, Julie; DANNER, Leno Francisco; CORREIA, Heloisa Helena Siqueira; DANNER, Fernando. Literatura indígena brasileira contemporânea: criação, crítica e recepção. Porto Alegre, RS: Editora Fi, 2018. p. 257-293.

SÁ, Lúcia. Literaturas da floresta: textos amazônicos e cultura latino-americana. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2012.

STADEN, Hans. Duas viagens ao Brasil: Primeiros registros sobre o Brasil. Tradução Angel Bojadsen; introdução Eduardo Bueno. Porto Alegre, RS: L&PM, 2017.

TABAJARA, Auritha. Coração na aldeia, pés no mundo. Xilografias de Regina Drozi-na. 1ª ed. Lorena, SP: UK’A Editorial, 2018.

TREECE, Dave. Exilados, aliados, rebeldes: o movimento indianista, a política indige-nista e o Estado-nação imperial. São Paulo: Nankin: Edusp, 2008.

WERÁ, Kaká. Kaká Werá. Coordenação de Sergio Cohn e de Idjahure Kadiwel. Rio de Janeiro: Azougue Editorial, 2017 (Coleção Tembetá).

Publicado
2020-12-23
Como Citar
Danner, L. F. ., Dorrico, J. ., & Danner, F. . (2020). Da literatura indianista à literatura indígena: Sobre a Imagem, o Lugar e o protagonismo do/a indígena em termos de constituição da identidade brasileira. Fênix - Revista De História E Estudos Culturais, 17(17), 619-641. https://doi.org/10.35355/revistafenix.v17i17.970