1.
Morais J. PAULO EMÍLIO SALLES GOMES: O HOMEM QUE AMAVA O CINEMA E NÓS QUE O AMÁVAMOS TANTO – UM CONTRA-ATAQUE DOS DEFENSORES DA HISTORIOGRAFIA CLÁSSICA DO CINEMA BRASILEIRO?. FENIX [Internet]. 14º de dezembro de 2012 [citado 5º de fevereiro de 2023];9(3):1-11. Disponível em: https://www.revistafenix.pro.br/revistafenix/article/view/427