Código de Ética

Fênix: Revista de História e Estudos Culturais e o comportamento ético na pesquisa e sua divulgação

 

Fênix: Revista de História e Estudos Culturais é uma publicação comprometida no estabelecimento, divulgação e defesa de comportamentos éticos na realização da pesquisa, incluindo sua divulgação por meio de artigos, ensaios, entrevistas, resenhas e outras modalidades textuais, bem como em todos os seus processos editoriais.

Fênix: Revista de História e Estudos Culturais está organizada a partir de seus/suas editores/editoras, editores/editoras de seção, conselho editorial e conselho consultivo, oriundos de instituições das diversas regiões do Brasil e de outras partes do globo. Para a publicação do periódico contamos com os/as autores e autoras e, ainda, com um amplo corpo de revisores anônimos que visam garantir a relevância da publicação e qualidade dos textos que a compõe.

Os editores e as editoras, incluindo aquelas e aqueles de seção, assumem a responsabilidade de aceitar e/ou rejeitar textos recebidos pelo periódico, considerando a importância, a originalidade e aderência das contribuições, acumulando esforços para garantir a qualidade do material publicado, a integridade do acervo, a memória da revista. São também os/as responsáveis pelo diálogo com os conselhos, com vistas à melhoria constante da revista, e pela publicação de correções, retratações, erratas ou pedidos de desculpas que se fizerem necessários. São também eles e elas que conduzem as submissões, seja aquelas destinadas aos números correntes ou aos especiais, de modo a garantir a confidencialidade em todo o processo, sem qualquer identificação, tanto de autores e autoras, quanto de pareceristas, afastando qualquer influência de ordem pessoal no processo de publicação. Em caso de suspeita de má fé, tanto dos textos já publicados quanto os que estejam no prelo, os/as editores/editoras seguem as orientações da COPE (Committee on Publicantion Ethics), oportunizando a autores e autoras a defesa das denúncias, sendo todas elas investigadas (ao cabo, Fênix: Revista de História e Estudos Culturais se responsabiliza pela guarda de toda a documentação). Por fim, cumpre ressaltar que editores e editoras agem de forma transparente e balanceada no exercício de suas tarefas, sem discriminação por gênero, orientação sexual, religião, origem étnica e geográfica, geração, religião ou crenças políticas, primando pelo convívio respeitoso entre aqueles e aquelas que são diferentes.

Das autoras e dos autores, espera-se que submetam manuscritos de sua autoria respeitando todos os direitos de propriedade intelectual de terceiros; que sigam as normas de Fênix: Revista de História e Estudos Culturais para submissão dos textos; garantir que o texto – ou, parte significante dele – não tenha sido publicado ou enviado em duplicidade para outro periódico; indicar a localização (institucional ou privada) dos documentos citados, assim como suas referências arquivísticas; enviar permissões para uso, reprodução e publicação de gráficos, mapas, diagramas, fotografias, etc., sempre que se fizer necessário; conhecer as regras da Creative Commons License Attribute BY; notificar as/os editoras e editores do periódico se identificar erros significativos na publicação; enviar textos originais, sem plágios ou autoplágios, dados fraudulentos e que não sejam o que se chama de “Menor Parte Publicável”; cooperar com as editoras e editores na elaboração e publicação de erratas, adendos, correções, retratações, quando se fizer necessário.

A Fênix publicará artigos escritos por:

Doutor e Doutorandos;
Em Coautoria se um dos autores for Doutor e os demais forem pelo menos mestrandos. Em outras palavras, a Fênix não publicará artigos assinados por Doutores e Graduados ou Graduandos;
No máximo 3 autores por artigo;
A Fênix publicará resenhas escritas por: Mestrandos, Mestres, Doutorandos ou Doutores;

A Fênix não publicará resenha escrita por Graduados ou Graduandos, mesmo que essa resenha seja assinada também por um Doutor.

Os/As pareceristas, têm revisto/analisado os manuscritos de forma objetiva, evitando comentários hostis, em tempo razoável, bem como mantido a confidencialidade de quaisquer informações fornecidas pelos editores e editoras, sem manter cópias dos manuscritos recebidos, nem usar as informações recebidas no processo de revisão/análise para benefício próprio ou de outrem, nem garantir vantagens, nem gerado desvantagens ou desacreditados pessoas. Por fim, tem cabido às/aos pareceristas reportar aos/às editores/editoras sobre qualquer conteúdo já publicado ou submetido que seja substancialmente similar ao que está sob sua análise/revisão.