Ser ou não ser armorial?

Orquestra Armorial, Quinteto Armorial, oQuadro, SaGRAMA e Quarteto Encore

  • Marília Santos Universidade Federal de Pernambuco - UFPE
Palavras-chave: Movimento Armorial, música armorial, história da música, ecos armoriais

Resumo

Na segunda metade do século XX, Ariano Suassuna, e um grupo de artistas e intelectuais, lançou um movimento que tinha como objetivo desenvolver uma arte brasileira. De acordo com Suassuna, era necessário buscar a matéria-prima para a criação no interior do Nordeste do Brasil, em aboios dos vaqueiros, cantos das lavadeiras, ternos de pífanos, folhetos/cordéis, xilogravura, tapeçaria, notas rebatidas da rabeca, cantoria de viola. Com base na cultura popular nordestina e no barroco ibérico, mouro, nasceu o Movimento Armorial, que continua exercendo influência na cena cultural, intelectual e artística do Brasil. Esse artigo faz parte de uma pesquisa de mestrado em Música, já concluída. O objetivo é apresentar a história dos primeiros grupos armoriais e discorrer sobre grupos musicais atuais que têm possíveis influências armoriais: oQuadro, SaGRAMA e Quarteto Encore. Com isso pretendemos registrar e difundir esse conteúdo que, embora em estados como Pernambuco permaneça vivo e em transformação, influenciando os processos criativos musicais, é ainda pouco divulgado. E contribuir para a área da História, História da Música e Educação Musical. É uma pesquisa qualitativa, baseada em pesquisa bibliográfica, entrevistas e etnografia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALMEIDA, Nelson. Entrevista de Autor, em 26 de setembro de 2016. Recife. Áudio. Recife.

ALMEIDA, Nelson. Página do Facebook. Disponível em: https://www.facebook.com/nelson.almeida.169/photos?lst=100000507694871%3A1301672460%3A1595298849. Acesso em: 13 jun. 2021.

ALOAN, Rafael. A organologia timbrísticas na Música Armorial. Anais... IV Encontro de História da Arte, 2008, São Paulo. Anais do IV Encontro de História da Arte. São Paulo: 2008. 22-28. Disponível em: https://www.ifch.unicamp.br/eha/atas/2008/ALOAN,%20Rafael%20Borges%20-%20IVEHA.pdf. Acesso em 13 jun. 2021.

BARZA, Sérgio. Orquestra Armorial de Câmara de Pernambuco, 45 anos: partituras editadas. V. 1. Recife: Cepe, 2015.

CAMPELO, Sérgio. Entrevista de Autor, em 12 de fevereiro de 2015. Recife. Áudio. Recife.

CAMPELO, Sérgio. Conversa informal com Autor, em 22 de dezembro de 2017. São Caitano/Recife. WhatsApp. São Caitano/Recife.

FERRAZ, Sérgio. Conversa informal com Autor, em 6 de dezembro de 2017. São Caitano/Recife. WhatsApp. São Caitano/Recife.

MADUREIRA, Antônio. Entrevista de Autor, em 14 de março de 2017. Recife. Áudio. Recife.

MAGALU. DVD Elba Ramalho – Cordas, Gonzaga e Afins DVD+CD – Coqueiro Verde. Disponível em: https://www.magazineluiza.com.br/dvd-elba-ramalho-cordas-gonzaga-e-afins-dvd-cd-coqueiro-verde/p/bh622agfja/rc/rcnm/&seller_id=alojadediscos&&utm_source=google&utm_medium=pla&utm_campaign=&partner_id=58976&gclid=CjwKCAjw2ZaGBhBoEiwA8pfP_gQBsnXY6MizaynaKDbjUMOw4z91Rh7oRU8HABSbfh_85KXYfl0p1xoC5PIQAvD_BwE. Acesso em 13 jun. 2021.

MENEZES, Fabiano. Conversa informal com Autor, em 3 de agosto de 2017. São Caitano/Recife. WhatsApp. São Caitano/Recife.

MORAES, Maria T. Didier. Emblemas da Sagração Armorial: Ariano Suassuna e o Movimento Armorial 1970/76. Recife: Editora Universitária da UFPE, 2000.

NÓBREGA, Antonio. Entrevista de Autor, em 19 de janeiro de 2017. São Caitano/Recife. Skype. São Caitano/Recife.

NÓBREGA, Ariana Perazzo da. A música no Movimento Armorial. Dissertação (Mestrado em Música) – Universidade do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2000.

PEREIRA, Clóvis. Entrevista de Autor, em 13 de março de 2017. Recife. Áudio. Recife.

QUARTETO ENCORE. Mosaicos. CD. Independente. 2017.

SANTOS. Ecos Armoriais: influência e repercussão da Música Armorial em Pernambuco. Música Popular em Revista, v. 6, n. 2, p. 29-54, 2019. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/muspop/article/view/13160. Acesso em 13 jun. 2021.

SANTOS. “Vaquejada”, a imagem musicalizada do Nordeste a partir da análise da uma música gravada pelo grupo SaGRAMA: história, forma, expressão, conceitos e cultura. Monografia (Atividade para a conclusão da disciplina “Tópicos especiais em Música”, da graduação em Música) – Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2015.

SANTOS, Nívia Lins. A mímeses do Quinteto Armorial: uma busca pela autenticidade da música brasileira. Ideias, v. 8, n. 2, p. 113-129, 2017a. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/ideias/article/view/8651268. Acesso em 13 jun. 2021.

SANTOS, Nívia Lins. O Quinteto Armorial e sua relação com a modernidade brasileira (1974-1980). Artcultura, v. 19, n. 35, p. 185-202, 2017b. Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/artcultura/article/view/41264. Acesso em 13 jun. 2021.

SEEGER, Anthony. Por que cantam os Kĩsêdjê: uma antropologia musical de um povo amazônico. São Paulo: Cosac Naify, 2015.

STONE, Ruth M. Theory for ethnomusicology. New Jersey: Pearson Prentice Hall, 2008.

SUASSUNA, Ariano. O Movimento Armorial. Recife: Editora Universitária da UFPE, 1974.

VICENTE, Eduardo; MARCHI, Leonardo de. Por uma história da indústria fonográfica no Brasil 1900-2010: uma contribuição desde a comunicação social. Música Popular em Revista, v. 3, n. 1, Campinas, p. 7-36, 2015. Disponível em https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/muspop/article/view/12957. Acesso em 13 jun. 2021.

Publicado
2022-06-01
Como Citar
SANTOS, M. (2022). Ser ou não ser armorial? Orquestra Armorial, Quinteto Armorial, oQuadro, SaGRAMA e Quarteto Encore. Fênix - Revista De História E Estudos Culturais, 19(1), 452- 472. https://doi.org/10.35355/revistafenix.v19i1.1042