Heróis e grandes homens de leiria - Portugal

o seu papel na construção de uma região

Palavras-chave: Líderes e lideranças, comunidades, Leiria, Portugal

Resumo

As comunidades inventam-se e reinventam-se através da iniciativa de lideranças, que, num determinado espaço e tempo, decidem impor divisões no espaço social, cuja eficácia da delimitação, depende da legitimidade que os liderados lhes atribuem. A partir dessa comunhão de interesses será criada uma nova comunidade. Partindo desta premissa, pretendemos indagar o papel desempenhado pelas lideranças nacionais e regionais, leirienses, para a construção da região portuguesa de Leiria e, em consequência, a sua elevação, pelas gerações vindouras, a heróis ou grandes homens. Procuraremos averiguar os processos através dos quais a comunidade regional homenageia e imortaliza as personagens que marcaram a história da comunidade regional, numa interseção mais vasta que abrange a comunidade nacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANDRÉ, Carlos. Terra de Poetas: Leiria e a Literatura de Outrora. Actas do II Colóquio sobre a História de Leiria e da sua Região, vol. II. Leiria: Câmara Municipal de Leiria, 17-38, 1995.

ANDRÉ, João; CORDEIRO, Maria. Mata nacional de Leiria: evolução histórica e aspectos naturais. In VIEIRA, Ricardo (coord.) Pensar a Região de Leiria. Porto: Edições Afrontamento, 373-400, 2005.

ARQUIVO DISTRITAL DE LEIRIA. Disponível em: https://digitarq.adlra.arquivos.pt/details?id=1034993. Acessado em 15 de fevereiro de 2020.

BOURDIEU, Pierre. O Poder Simbólico. Lisboa: Difel, 1989.

CARDOSO, Leonel. O Distrito de Leiria: coração do Império. Livro do I Congresso das Actividades do Distrito de Leiria. Leiria: Casa do Distrito de Leiria, 45-49, 1944.

CÁTEDRA, Maria. Imágenes Mitológicas e Históricas del Tiempo y del Espacio: Las Murallas de Ávila. In CÁTEDRA, Maria; TAPIA, Serafín de (coord.) Para entender las Murallas de Ávila: una mirada desde la Historia y la Antropología. Valladolid: Ámbito, 2007.

CÁTEDRA, Maria; TAPIA, Serafin de. Metáforas y Símbolos en torno de una Idea: La Muralla de Ávila. In CÁTEDRA, Maria; TAPIA, Serafín de (coord.) Para entender las Murallas de Ávila: una mirada desde la Historia y la Antropología. Valladolid: Ámbito, 2007.

COELHO, Maria. Alexandre Herculano: a história, os documentos e os arquivos no século XIX. Revista Portuguesa de História. XLII, p. 61-84, 2011.

COSTA, Lucília Verdelho. Ernesto Korrodi: 1889-1944. Arquitectura, Ensino e Restauro do Património. Lisboa: Editorial Estampa, 1997.

GOMES, Saul. Introdução à História do Castelo de Leiria. Leiria: Câmara Municipal, 2004.

GOMES, Saul António. A Região de Leiria: património, identidade e história. Leiria: CEPAE, 2007.

GOUVEIA, Henrique. Acerca do Conceito e Evolução dos Museus Regionais Portugueses desde finais do século XIX ao regime do Estado Novo. Bibliotecas, Arquivos e Museus, vol. 1, 149, 1985.

KANTOROWICZ, Ernst. Morrer pela Pátria. Lisboa: Edições João Sá da Costa, 1999.

MAGALHÃES, Fernando. Museus, Património e Identidade: ritualidade, educação, conservação, pesquisa, exposição. Porto: Profedições, 2005.

MAGALHÃES, Fernando. À procura de um lugar na Europa: o património nos discursos sobre Leiria e suas regiões. Leiria: Instituto Politécnico de Leiria, 2012.

MAGALHÃES, Fernando. Landscape and regionalism in Portugal: The case of the Leiria region. Journal of Contemporary European Studies, 20: 1, 55-76 (21), 2012b.

MAGALHÃES, Fernando. Landscape and National Identity in Portugal. Archaeologica Hereditas 10. Warsaw: Instytut Archeologii Uniwersytetu Kardynała Stefana Wyszyńskiego, 223-234, 2017.

MAGALHÃES, Fernando. A comunidade nacional e o papel do património monumental na escrita das suas narrativas: o exemplo português de Alexandre Herculano. Revista CPC, 14 (27), 34-57, 2019.

MAGALHÃES, Gabriel. A atitude ibérica da Geração de 70. Variações na Unidade. Península, Revista de Estudos Ibéricos, n.º 4, 157-175, 2007.

MORAIS, J. Custódio de. Geologia e Geografia da Região do Pinhal de Leiria. Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra, 1936.

NORA, Pierre (dir.). Les lieux de mémoire I-VII. Paris: Gallimaurd (7 vols.), 1986-1992a.

NORA, Pierre (dir.). Entre Mémoire et Histoire. Les lieux de mémoire - I La République. Paris: Gallimaurd, 17-42, 1986-1992b.

NOBRE, Cristina. A Casa como Lugar Literário. Roteiro Museológico - Casa-Museu Afonso Lopes Vieira: Lugar Literário. Marinha Grande: Câmara Municipal da Marinha Grande, 05-15, 2010.

NOBRE, Cristina. Lugar Literário: Inventário do Espólio da Casa-Museu Afonso Lopes Vieira. Leiria: ESECS/IPL, 2013.

OZOUF, Mona. Le Panthéon, L’École normale dês mortes. In NORA, Pierre (dir.) Les Lieux de Mémoire – I La République. Paris: Gallimard, 139-163, 1986.

PINHAL DOS REIS. Turismo do Centro de Portugal. Consultado em 14 de abril de 2020. Disponível em: https://turismodocentro.pt/artigo/mata-nacional-de-leiria/

POMIAN, Krystof. Colecção. Enciclopédia Einaudi. Lisboa: INCM, 51-87, 1984.

RAMOS, Paulo. Breve história do museu em Portugal. In TRINDADE, Maria (coord.) Iniciação à Museologia. Lisboa: Universidade Aberta, 19-62, 1993.

SANTOS, José. Regionalização: Processo Histórico. Lisboa: Horizonte, 1985.

SERRÃO, Joaquim Veríssimo. História de Portugal, 4ª ed. rev. Lisboa: Editorial Verbo, 1990.

THIESSE, Anne-Marie. La création des identités nationales. Paris: Seuil, 1999

Publicado
2021-12-17
Como Citar
Magalhães, F. . (2021). Heróis e grandes homens de leiria - Portugal: o seu papel na construção de uma região. Fênix - Revista De História E Estudos Culturais, 18(2), 398-415. https://doi.org/10.35355/revistafenix.v18i2.1163