A leitura agônica do homem encarcerado em si mesmo

Fiodor Dostoiévski e a redenção pela carne

Palavras-chave: Fiodor Dostoiévski, agonia, Notas do Subsolo, O Sonho de um Homem Ridículo, redenção

Resumo

Estes escritos buscam, através de duas novelas de Fiodor Dostoiévski, Notas do Subsolo (1864) e O Sonho de um Homem Ridículo (1877), compreender o homem perdido na sua condição existencial. As duas personagens principais, o homem do subsolo e o homem ridículo, vivenciam na pele os conflitos, que os levam a redenção pela dor da carne.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

DOSTOIÉVSKI, Fiodor. Memórias da Casa dos Mortos. Porto Alegre: L&PM, 2008. p.327.

DOSTOIÉVSKI, Fiodor. Os Irmãos Karamázov. São Paulo: Editora 34, 2008. p. 888.

DOSTOIÉVSKI, Fiodor. Crime e Castigo. São Paulo: Editora 34, 2009.p. 561.

DOSTOIÉVSKI, Fiodor. O Idiota. São Paulo: Editora 34, 2010. p. 683.

DOSTOIÉVSKI, Fiodor. Os Demônios. São Paulo: Editora 34, 2011. p. 697.

DOSTOIÉVSKI, Fiodor. O Jogador. Porto Alegre: L&PM, 2011. p 199.

DOSTOIÉVSKI, Fiodor. Notas do Subsolo. Porto Alegre: L&PM, 2012.p.149.

DOSTOIÉVSKI, Fiodor, O Eterno Marido, Porto Alegre: L&PM, 2012. p. 168.

DOSTOIÉVSKI, Fiodor. O Sonho de um Homem Ridículo. In: Duas Narrativas Fantásticas. São Paulo: Editora 34, 2013, p. 91-123.

DOSTOIÉVSKI, Fiodor. O Adolescente. São Paulo: Editora 34, 2015. p. 620.

DOSTOIÉVSKI, Fiodor. Diário de um Escritor (1873). São Paulo: Editora Hedra, 2016. p. 256.

FRANK, Joseph. Dostoiévski: um escritor em seu tempo. São Paulo: Companhia das Letras, 2018. p 1180.

GIRARD, René. Dostoiévski: o duplo e a unidade. São Paulo: E Realizações, 2011. p. 182.

HOBBES, Thomas. Do Cidadão. São Paulo: Martins Fontes, 2002. p. 400.

MANN Thomas. O Escritor em sua Missão: Goethe, Dostoiévski, Ibsen e outros. Rio de Janeiro: Zahar, 2011. p. 204.

PONDÉ, Luiz Felipe. Crítica e Profecia. A Filosofia da Religião em Dostoiévski. São Paulo: Leya, 2013. p. 319.

Publicado
2021-12-17
Como Citar
Costa de Campos Melo Júnior, J. A. . (2021). A leitura agônica do homem encarcerado em si mesmo: Fiodor Dostoiévski e a redenção pela carne. Fênix - Revista De História E Estudos Culturais, 18(2), 670-685. https://doi.org/10.35355/revistafenix.v18i2.1179