A MEDIAÇÃO TEATRAL COMO EXPERIÊNCIA ESTÉTICO-EDUCATIVA

  • Ney Wendell Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas – UFBA
Palavras-chave: Mediação Teatral, Metodologia, Espectador

Resumo

Esta pesquisa está sendo desenvolvida no doutorado do Programa de Pós-graduação em Arte Cênicas da Universidade Federal da Bahia e é vinculada a área da recepção estética, observando e focando mais os estudos sobre a mediação teatral e suas possibilidades de formação de públicos autônomos e de ser uma metodologia de teatro-educação para as escolas, verificando isto a partir das experiências desenvolvidas pelo projeto e espetáculo Cuida Bem de Mim. Este espetáculo, ao longo dos 12 anos se transformou no Projeto Cuida Bem de Mim e realiza diversas ações artístico-pedagógicas nas escolas públicas (oficinas, seminários, cursos, apresentação da peça, debates, pesquisas de impacto etc.), efetivando o enfrentamento da violência através da metodologia teatral. A pesquisa traz um estudo sobre as metodologias de mediação teatral utilizadas pelo projeto, analisando mais a realização de suas atividades no período de 2002 a 2007 com 14 escolas públicas de Salvador, Recife e Rio de Janeiro, através dos diversos materiais de pesquisas disponibilizados pela organização não governamental Liceu de Artes e Ofícios da Bahia, onde se desenvolveu o Cuida Bem de Mim até 2008.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ney Wendell, Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas – UFBA

Pesquisador da FAPESB. Doutorado.

Referências

BAKHTIN, Mikhail. Estética da Criação Verbal. São Paulo: Martins Fontes, 1992.

BARBOSA, Ana Mae. A imagem no ensino da arte. São Paulo: Perspectiva, 2001.

BENJAMIN, Walter. A Obra de Arte na Era de sua Reprodutibilidade Técnica. In: Magia e Técnica, Arte e Política. Ensaios Sobre Literatura e História da Cultura. Obras Escolhidas. São Paulo, Brasiliense, 1994. v. 1.

BOURDIEU, Pierre; DARBEL, Alain. O amor pela Arte: os museus de arte na Europa e seu público. Porto Alegre: Zouk, 2005.

DESGRANGES, Flávio. Pedagogia do espectador. In: MARTINS, Miriam C.; et al. (Orgs.). Mediando contatos com arte e cultura. São Paulo: UNESP, 2007.

DESGRANGES, Flávio. Pedagogia do teatro: provocação e dialogismo. São Paulo: Hucitec e Mandacaru, 2006.

DUARTE JR., João Francisco. O Que é Beleza. 3. ed. São Paulo: Brasiliense, 2003.

FARIAS, Sérgio. Identificação cultural na prática educativa com teatro. Anais – SEMINÁRIO NACIONAL DE ARTE E EDUCAÇÃO, 20, 2002, Montenegro, Fundarte, 2002.

GUÉNOUN, Denis. O teatro é necessário? Tradução de Fátima Saadi. São Paulo: Perspectiva, 2004.

JAUSS, Hans Robert. A História da literatura como Provocação à Teoria Literária. 2. ed. São Paulo: Ática, 1994.

MARTINS, Celeste; PICOSQUE, Gisa. Mediação cultural para professores andarilhos na cultura. Rio de Janeiro: Instituto Sangari, 2008.

MENDES, Cleise F. A gargalhada de Ulisses. São Paulo: Perspectiva, 2008.

OSTROWER, Fayga. A construção do olhar. In: NOVAES, Adauto. (Org.). O olhar. São Paulo: Cia. das Letras, 2006.

ROUBINE, Jean-Jacques. Introdução às grandes teorias do teatro. Rio de Janeiro: J. Zahar, 2003.

RYNGAERT, Jean-Pierre. Introdução à análise do teatro. Tradução de Paulo Neves. São Paulo: Martins Fontes: 1999.

SOARES, Luiz Cláudio Cajaiba. A encenação dos dramas de língua alemã na Bahia. 2005. 210 f. Tese (Doutorado em Artes Cênicas) – Programa de Pós-graduação em Artes Cênicas, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2005.

VERGARA, Luiz G. Curadoria educativa. In: MARTINS, Miriam C.; et al. (Orgs.). Mediando contatos com arte e cultura. São Paulo: UNESP, 2007.

Publicado
2010-12-10
Como Citar
Wendell, N. . (2010). A MEDIAÇÃO TEATRAL COMO EXPERIÊNCIA ESTÉTICO-EDUCATIVA . Fênix - Revista De História E Estudos Culturais, 7(3), 1-16. Recuperado de https://www.revistafenix.pro.br/revistafenix/article/view/278