A HISTORIOGRAFIA CLÁSSICA DO CINEMA NACIONAL E A BELA ÉPOCA DO CINEMA BRASILEIRO

A INFLUÊNCIA DE PAULO EMÍLIO SALLES GOMES

  • Julierme Morais Universidade Federal de Uberlândia – UFU
Palavras-chave: Historiografia, cinema brasileiro, Bela Época, Paulo Emílio Salles Gomes

Resumo

Este artigo pretende evidenciar que a trilogia de ensaios Panorama do cinema brasileiro: 1896/1966 (1966), Pequeno cinema antigo (1969) e Cinema: trajetória no subdesenvolvimento (1973), do crítico e historiador Paulo Emílio Salles Gomes, constituiu-se numa teia interpretativa do recorte da Bela época do cinema brasileiro na historiografia cinematográfica nacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Julierme Morais, Universidade Federal de Uberlândia – UFU

Graduado em História pela Universidade Federal de Uberlândia, mestre em História Social pelo Programa de Pós-Graduação em História da mesma Universidade e integrante do Núcleo de Estudos em História Social da Arte e da Cultura (NEHAC).

Referências

ARAÚJO, Vicente de Paula. A bela época do cinema brasileiro. São Paulo: Perspectiva, 1976.

AUTRAN, Arthur. A noção de “ciclo regional” na historiografia do cinema brasileiro. Revista Alceu, v.10, n. 20, p. 116-125, Jan/Jun de 2010.

AUTRAN, Arthur. A questão da indústria cinematográfica brasileira na primeira metade do século XX. Revista Mnemocine, 2008.

AUTRAN, Artur. Alex Viany: crítico e historiador. São Paulo: Perspectiva, 2003.

AUTRAN, Artur. Panorama da historiografia do cinema brasileiro. Revista Alceu, v.7, n. 14, p. 17-30, Jan/Jun de 2007.

AUTRAN, Artur. Paulo Emílio e a constituição das bases da pesquisa histórica sobre cinema no Brasil. Atualidade de Paulo Emílio, 04 a 15 de Novembro de 2002, São Paulo: Cinemateca Brasileira, 2002.

BERNARDET, Jean-Claude. Cinema brasileiro: propostas para uma história. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979.

BERNARDET, Jean-Claude. Historiografia clássica do cinema brasileiro: metodologia e pedagogia. São Paulo: Annablume, 1995.

CERTEAU, Michel de. A escrita da História. 2. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2007.

FOUCAULT, Michel. A ordem do discurso. São Paulo: Loyola, 1996.

GOMES, Paulo Emílio Salles. Panorama do cinema brasileiro: 1896/1966. In: Cinema: trajetória no subdesenvolvimento. 2. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1980.

MOURA, Roberto. Bela época (primórdios-1912). In: RAMOS, Fernão. (Org.). História do cinema brasileiro. São Paulo: Art Editora, 1987.

SOUZA, José Inácio de Melo. Imagens do passado: São Paulo e Rio de Janeiro nos primórdios do cinema. São Paulo: SENAC, 2004.

XAVIER, Ismail. Sétima arte: um culto moderno. São Paulo: Perspectiva, 1978.

VESENTINI, Carlos Alberto. A teia do fato: uma proposta de estudo sobre a memória histórica. São Paulo: Hucitec Social, USP, 1997.

Publicado
2010-12-10
Como Citar
Morais, J. . (2010). A HISTORIOGRAFIA CLÁSSICA DO CINEMA NACIONAL E A BELA ÉPOCA DO CINEMA BRASILEIRO: A INFLUÊNCIA DE PAULO EMÍLIO SALLES GOMES. Fênix - Revista De História E Estudos Culturais, 7(3), 1-11. Recuperado de https://www.revistafenix.pro.br/revistafenix/article/view/287