A CORDA COMO ESPAÇO DE TENSÕES E SIGNIFICAÇÕES NA FESTA DE NAZARÉ EM BELÉM DO PARÁ

  • Ivone Maria Xavier de Amorim Almeida Universidade da Amazônia – UNAMA/PA
Palavras-chave: Catolicismo Devocional, Luta Cultural, Entre-Lugar

Resumo

A corda é, juntamente com a Santa e a berlinda, um dos signos mais antigos do Círio de Nossa Senhora de Nazaré, festa religiosa ligada ao catolicismo devocional que acontece na Cidade de Belém/PA, há mais de duzentos anos. Este artigo pretende investigar a Corda como parte integrante da Festa de Nazaré. Sua vitalidade e permanência advém das disputas e embates travadas por setores populares e elite dirigente da Festa. A análise deste signo da festividade como espaço onde se processa o fenômeno luta cultural encontra amparo nas discussões teóricas de Stuart Hall (2006). Na mesma proporção, considerar a corda como espaço de tensão e disputa é percebe-la, como o momento da articulação de diferenças culturais, ou melhor dizendo, o entre-lugar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ivone Maria Xavier de Amorim Almeida, Universidade da Amazônia – UNAMA/PA

Doutora em História Social Puc/SP. Professora Titular do Centro de Ciências Humanas e Educação – CCHE e do Programa de Pós-Graduação/Mestrado em Comunicação, Linguagens e Cultura-PPGCLC da Universidade da Amazônia-Unama.

Referências

ALVES, Regina. Círio de Nazaré: da Taba Marajoara à Aldeia Global. 2002. Dissertação (Mestrado em Comunicação e Cultura Contemporânea) – Universidade Federal do Pará, Belém, 2002.

BHABHA, Homi K. O local da cultura. Belo Horizonte: UFMG, 2007.

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. O Divino, o Santo e a Senhora. Rio de Janeiro: Funarte, 1978.

COELHO, Geraldo Mártires. Catolicismo devocional: o culto da Virgem de Nazaré no Pará Colonial. In: CRUZ, Ernesto. O uso da berlinda de Nossa Senhora de Nazaré. Belém: UFPA, 1967.

DIEESE-PA - Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos - Pará. Site institucional. São Paulo, 2008. Disponível em: http://www.dieese.org.br

DUBOIS, Pe. Florêncio. A Devoção à Virgem de Nazaré em Belém do Pará. Belém: Imprensa Oficial, 1953.

HALL, Stuart. Da Diáspora: identidades e mediações culturais. Belo Horizonte: UFMG, 2006.

Jornal O Liberal, p. 10, 09 out. 1999.

Jornal O Liberal, Caderno Atualidades, p. 31, 12 out. 2008.

JANCSÓ, István; KANTOR, Íris. (Orgs.). Festa: cultura e sociabilidade na América portuguesa. São Paulo: Hucitec, 2001.

MONTARROYOS, Heraldo. Festas profanas e alegrias ruidosas (A imprensa no Círio). Belém: Falangola, 1993.

MOREIRA, Eidorfe. Visão geo-social do Círio. Belém: Universidade Federal do Pará, 1971.

ROQUE, Carlos. História geral de Belém do Grão-Pará. Belém: Distribel, 1974.

VIANNA, Arthur. Festas Populares do Pará: I - A Festa de Nazareth. Belém: Typographia de Alfredo Augusto Silva, 1904.

Publicado
2014-12-15
Como Citar
Xavier de Amorim Almeida, I. M. . (2014). A CORDA COMO ESPAÇO DE TENSÕES E SIGNIFICAÇÕES NA FESTA DE NAZARÉ EM BELÉM DO PARÁ. Fênix - Revista De História E Estudos Culturais, 11(2), 1-21. Recuperado de https://www.revistafenix.pro.br/revistafenix/article/view/599