CULTURA E SOCIABILIDADE NA BELLE ÉPOQUE PAULISTA ATRAVÉS DE UM DIÁRIO ÍNTIMO

Palavras-chave: modernidade, cultura, São Paulo, escrita de si

Resumo

Neste artigo pretendo abordar as categorias de modernidade e modernização cultural na cidade de São Paulo durante nos anos 1910. O foco de análise se volta para a vivência cotidiana destas mudanças por um protagonista privilegiado, o presidente de Estado Altino Arantes. Este manteve um registro diário e pormenorizado de eventos (festas, óperas, films), espaços (teatros, cinemas, salões) e atores culturais. Em diversos momentos comenta de maneira crítica alguns destes eventos, revelando uma percepção elitista e tradicional, mas não menos interessante acerca do universo cultural provinciano da capital paulista e dos limites da fantasia da modernidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Robson Mendonça Pereira, Universidade Estadual de Goiás – UEG

Doutor em história pela Universidade Estadual Paulista (UNESP), professor do curso de História da Universidade Estadual de Goiás (UEG), pós-doutorando pela Universidade de São Paulo (USP), bolsista da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado Goiás (Capes/Fapeg). Anápolis, GO, Brasil.

Referências

BERNARDES, Maria Elena. Cidade civilizada e a cena lírica: O Theatro Municipal de São Paulo (1910-1930). XXV Simpósio Nacional de História da Anpuh. Fortaleza, v.único, n.1, p.2, 12 a 17/07/2009.

BERNADET, Jean-Claude. Cinema brasileiro: proposta para uma história. 2ª ed. ver. e ampl. São Paulo: companhia das Letras, 2009.

CAMARGOS, Márcia. Villa Kyrial: crônica da Belle Époque paulistana. 2. ed. São Paulo: Editora SENAC São Paulo, 2001.

DEBES, Célio. Washington Luís: primeira parte: 1869-1924. São Paulo: IMESP, 1994.

GONÇALVES, Marcos Augusto. 1922: a semana que não terminou. São Paulo: Companhia das Letras, 2012.

MARQUES, Altino Arantes. Washington Luís em Batatais. In: Washington Luís: homenagem do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo. São Paulo: s. n., 1957.

MELO, Cássio Santos. Caipiras no palco: teatro na São Paulo da Primeira República. São Paulo: Annablume, 2011.

PADILHA, Marcia. A cidade como espetáculo: publicidade e vida urbana na São Paulo dos anos 20. São Paulo: Annablume, 2001.

PEREIRA, Robson Mendonça. Washington Luís na administração de São Paulo (1914-1919). São Paulo: Ed. Unesp, 2010.

PESAVENTO, Sandra Jatahy. O imaginário da cidade: visões literárias do urbano – Paris, Rio de Janeiro, Porto Alegre. Porto Alegre: Ed. Universidade/UFRGS, 1999.

SEVCENKO, Nicolau. Literatura como missão: tensões sociais e criação cultural na Primeira República. 2. ed. Prefácio de Francisco de Assis Barbosa. São Paulo: Brasiliense, 1985.

SEVCENKO, Nicolau. Orfeu extático na metrópole. São Paulo: sociedade e cultura nos frementes anos 20. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.

SEVCENKO, Nicolau. Pindorama revisitada: cultura e sociedade em tempos de virada. São Paulo: Peirópolis, 2000.

SÜSSEKIND, Flora. Cinematógrafo de letras: literatura, técnica e modernização no Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1987.

Publicado
2014-12-15
Como Citar
Mendonça Pereira, R. (2014). CULTURA E SOCIABILIDADE NA BELLE ÉPOQUE PAULISTA ATRAVÉS DE UM DIÁRIO ÍNTIMO. Fênix - Revista De História E Estudos Culturais, 11(2), 1-25. Recuperado de https://www.revistafenix.pro.br/revistafenix/article/view/624