AS RELAÇÕES ENTRE PINTURA E FOTOGRAFIA NO BRASIL DO SÉCULO XIX

CONSIDERAÇÕES ACERCA DO ÁLBUM “BRASIL PITORESCO” DE CHARLES RIBEYROLLES E VICTOR FROND

  • Maria Antonia Couto da Silva Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
Palavras-chave: Pintura - Brasil, Século XIX, Fotografia, Brasil, Victor Frond (1821 - 1881)

Resumo

Propomo-nos neste artigo oferecer subsídios para o estudo das relações entre pintura e fotografia no Brasil, na segunda metade do século XIX. Introduzida no país nesse período, a fotografia causou um impacto cultural. Retomando os códigos de representação da pintura, e apoiada na exatidão das formas e na fidelidade do registro, a fotografia instituiu um novo olhar sobre a natureza. O surgimento das técnicas inéditas de reprodução mecânica da imagem, como a litografia e a fotografia, abriu caminho ainda para a produção de vários álbuns de artistas viajantes que divulgaram a paisagem e os costumes brasileiros. Em nossa pesquisa partimos da análise do livro Brasil Pitoresco de Charles Ribeyrolles e Victor Frond, publicado em 1861, procurando compreender sua importância em relação às artes visuais no período.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Antonia Couto da Silva, Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP

Graduada em História pela Universidade de São Paulo (USP). Mestre em História da Arte pelo Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Estadual de Campinas (IFCH/UNICAMP). Essas notas inserem-se em um trabalho mais amplo de pesquisa para tese de doutorado (Programa de Pós-Graduação em História da Arte do IFCH/UNICAMP), sob orientação da Prof. Dra. Claudia Valladão de Mattos. O foco central da pesquisa é a análise do álbum Brasil Pitoresco e sua importância em relação às artes visuais no período.

Referências

EULÁLIO, Alexandre. “O século XIX”. In Tradição e ruptura: síntese de arte e cultura brasileira. São Paulo : Fundação Bienal de São Paulo, 1984.

FROND, Victor. Brazil pittoresco [Texto de Charles Ribeyrolles.] Paris : Lemercier Imprimeur-Lithographe, 1861.

GALVÃO, A. “Manuel de Araújo Porto-Alegre: sua influência na Academia Imperial das Belas Artes e no meio artístico do Rio de Janeiro”. Revista SPHAN, n. 14, 1959.

HERKENHOFF, Paulo. “Fotografia: o automático e o longo processo de modernização” In: TOLIPAN, Sergio. Sete ensaios sobre o modernismo. Rio de Janeiro : Funarte, 1983.

MIGLIACCIO, Luciano. “O século XIX” In: MOSTRA DO REDESCOBRIMENTO, 2000, São Paulo. Arte do século XIX. São Paulo: Fundação Bienal de São Paulo: Associação Brasil 500 anos Artes Visuais, 2000.

NOCHLIN, Linda. Realism. Harmondsworth : Penguin, 1971.

OLSON, Roberta J. M. Ottocento: Romanticism and Revolution in 19th-Century Italian Painting. New York, The American Federation of Arts, 1992.

SEGALA, Lygia. Ensaio das luzes sobre um Brasil Pitoresco: o projeto fotográfico de Victor Frond. 1998. Tese (Doutorado em Antropologia Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.

TURAZZI, Maria Inez. Poses e Trejeitos: a fotografia e as exposições na era do espetáculo (1839/1889). Rio de Janeiro: Rocco, 1995.

TURAZZI, Maria Inez. Marc Ferrez. São Paulo : Cosac & Naify, 2000.

VASQUEZ, Pedro Karp. Dom Pedro II e a fotografia no Brasil. Rio de Janeiro : Fundação Roberto Marinho, 1985.

VASQUEZ, Pedro. Fotógrafos pioneiros no Rio de Janeiro: V. Frond, G. Leuzinger, M. Ferrez, J. Gutierrez. Rio de Janeiro: Dazibao, 1990.

Vasquez, Pedro K. O Brasil na fotografia oitocentista. São Paulo: Metalivros, 2003.

Publicado
2007-06-14
Como Citar
Couto da Silva, M. A. . (2007). AS RELAÇÕES ENTRE PINTURA E FOTOGRAFIA NO BRASIL DO SÉCULO XIX: CONSIDERAÇÕES ACERCA DO ÁLBUM “BRASIL PITORESCO” DE CHARLES RIBEYROLLES E VICTOR FROND. Fênix - Revista De História E Estudos Culturais, 4(2), 1-18. Recuperado de https://www.revistafenix.pro.br/revistafenix/article/view/724