A “EXPOSIÇÃO DE ARTE PORTUGUESA” NO RIO DE JANEIRO EM 1902 E SUA RECEPÇÃO

Palavras-chave: Exposições de Arte, Coleções de Arte, Arte Portuguesa no Brasil

Resumo

Em 17 de julho de 1902, foi inaugurada, no Liceu de Arte e Ofícios do Rio de Janeiro, a “Exposição de Arte Portuguesa”, organizada pelo representante de artistas lusitanos Guilherme da Rosa. Foi nessa mostra que a Escola Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro (ENBA) adquiriu o conjunto de quadros que veio a constituir o núcleo da sua coleção de pintura portuguesa oito-novecentista, possivelmente a mais significativa existente no Brasil. O presente texto visa apresentar a exposição de 1902, relacionando-a ao contexto mais amplo de intensificação das trocas comerciais e culturais entre Portugal e Brasil, verificável com o advento do século XX.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

CALADO, Rafael Salinas; FERNANDES, Isabel; HORTA, Cristina; REBELO, Elsa. A Fábrica das Faianças das Caldas da Rainha. De Bordalo Pinheiro à actualidade: sua história. Porto: Livraria Civilização, 2008.

LEANDRO, Sandra. 19 tragédias, 20 comédias na Arte Portuguesa do Século XIX. In: VALLE, Arthur; DAZZI, Camila, PORTELLA, Isabel (Orgs.). Oitocentos: intercâmbios culturais entre Brasil e Portugal – Tomo III. Seropédica: Ed. da UFRRJ, 2013.

MINÉ, Elza. Mariano Pina, a Gazeta de Notícias e A Ilustração: histórias de bastidores contadas por seu espólio. Revista da Biblioteca Nacional, Lisboa, vol.7, p. 23-61, 1992.

NETO, Maria João. A Exposição Portuguesa no Rio de Janeiro em 1879: ecos de um diálogo entre arte e indústria. In: VALLE, Arthur; DAZZI, Camila, PORTELLA, Isabel (Orgs.). Oitocentos: intercâmbios culturais entre Brasil e Portugal – Tomo III. Seropédica: Ed. da UFRRJ, 2013.

PATERNOSTRO, Zuzana. A pintura portuguesa no Museu Nacional de Belas Artes: O Início da Coleção. In: O Grupo do Leão e o Naturalismo português. São Paulo: Pinacoteca do Estado, 1996.

PINA, Mariano. Portugal e Brasil. Lisboa: Antiga Casa Bertrand, 1896.

SILVA, Raquel Henriques da. Invocação do Grupo do Leão e do naturalismo português. In: O Grupo do Leão e o Naturalismo português. São Paulo: Pinacoteca do Estado, 1996.

TAVARES, Cristina Azevedo. A Sociedade Nacional de Belas-Artes: um século de história e de arte. Vila Franca de Xira: Ed. Projecto, Núcleo de Desenvolvimento Cultural de Vila Nova de Cerveira, Fundação Bienal de Vila Nova de Cerveira, 2006.

VALLE, Arthur. O acervo de pintura portuguesa da Escola Nacional de Belas Artes no contexto pedagógico pós- Reforma de 1890. Revista de História da Arte e Arqueologia, v. 19, 2013.

Publicado
2015-06-15
Como Citar
Valle, . A. . (2015). A “EXPOSIÇÃO DE ARTE PORTUGUESA” NO RIO DE JANEIRO EM 1902 E SUA RECEPÇÃO. Fênix - Revista De História E Estudos Culturais, 12(1). Recuperado de https://www.revistafenix.pro.br/revistafenix/article/view/801