DA PRESENÇA DE XENÓFANES NO POEMA DE PARMÊNIDES

UM ENSAIO SOBRE A CONSTRUÇÃO HISTÓRICA DO PENSAMENTO FILOSÓFICO

  • Alexandre Costa Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
Palavras-chave: Origens do pensamento grego, Filosofia pré-socrática, Eleatismo, Xenófanes, Parmênides

Resumo

Inseridos num momento histórico em que a literatura grega, em função do surgimento da filosofia, começará a conhecer a possibilidade de conceber o homem e o cosmo de modo não-mítico, Xenófanes e Parmênides inscrevem-se com os seus respectivos poemas não apenas na tradição que efetiva essa possibilidade, mas também num movimento filosófico que significou, também para a filosofia, a inauguração de uma forma francamente nova e original de pensar, a abstração, conformando assim, para o desenvolvimento histórico do intelecto ocidental, uma modalidade de pensamento até então impensada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

SOUZA, José Cavalcante de. Para ler os Fragmentos dos pré-socráticos. In: Pré-socráticos: fragmentos, doxografia e comentários. São Paulo: Abril Cultural, 1978

Publicado
2020-10-23
Como Citar
Costa, A. . (2020). DA PRESENÇA DE XENÓFANES NO POEMA DE PARMÊNIDES: UM ENSAIO SOBRE A CONSTRUÇÃO HISTÓRICA DO PENSAMENTO FILOSÓFICO. Fênix - Revista De História E Estudos Culturais, 2(4). Recuperado de https://www.revistafenix.pro.br/revistafenix/article/view/867