A CÂMERA COMO BUNKER

O FILME A QUEDA E O O FILME A QUEDA E O PROBLEMA DA CONSCIÊNCIA HISTÓRICA ALEMÃPROBLEMA DA CONSCIÊNCIA HISTÓRICA ALEMÃ

  • Pedro Spinola Pereira Caldas Universidade Federal de Uberlândia
Palavras-chave: Teoria da História, Adolf Hitler, Cinema alemão

Resumo

 Este trabalho procura discutir o filme A Queda: Os Últimos dias de Hitler, de Oliver Hirschbiegel, levando em consideração três parâmetros: primeiramente, sua forma de representação; em segundo lugar, a comparação com o livro de Joachim Fest que lhe serviu de base para o roteiro e, por fim, as conseqüências e premissas teóricas centrais para as discussões a respeito da consciência histórica da Alemanha.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

CARDOSO, Ciro. A História na virada de milênio: Fim das certezas, crise dos paradigmas? Que História convirá ao século 21? In: Um Historiador fala de teoria e metodologia: Ensaios. Bauru: EDUSC, 2005.

REINECKE, Stefan. Vergesst Hitler! Die Tageszeitung, Berlim, 14 set. 2004, p. 3. Disponível em: <http://www.taz.de>. Acesso em: 05 nov. 05

WILDT, Michael. Der Untergang: Ein Film inszeniert sich als Quelle, Zeithistorische Forschungen/Studies in Contemporary History, Potsdam, 2005.

FEST, Joachim. No Bunker de Hitler: Os Últimos dias do Terceiro Reich. Rio de Janeiro: Objetiva, 2005.

REINECKE, Stefan. Vergesst Hitler! Die Tageszeitung, Berlim, 14 set. 2004.

LUKÁCS, John. O Hitler da História. Rio de Janeiro: J. Zahar, 1998

Publicado
2020-10-23
Como Citar
Caldas, P. S. P. . (2020). A CÂMERA COMO BUNKER: O FILME A QUEDA E O O FILME A QUEDA E O PROBLEMA DA CONSCIÊNCIA HISTÓRICA ALEMÃPROBLEMA DA CONSCIÊNCIA HISTÓRICA ALEMÃ. Fênix - Revista De História E Estudos Culturais, 2(4). Recuperado de https://www.revistafenix.pro.br/revistafenix/article/view/871