A MORATÓRIA E SEUS TEMPOS

  • Rosa Maria Godoy Silveira Universidade Federal da Paraíba (UFPB)
Palavras-chave: A Moratória, Jorge Andrade, Teatro Brasileiro Moderno, História

Resumo

Trata-se da abordagem da peça A Moratória (Jorge Andrade, 1955), enfocando como o autor trabalhou os referenciais de tempo e espaço bem como as formas de articulação que propõe entre presente e passado e entre universo urbano-universo rural. Esta peça teatral tem como trama a crise de empobrecimento e perda de condição social de uma família de proprietários de café, no interior do estado de São Paulo, Brasil, em decorrência dos efeitos, sobre a economia brasileira, da crise financeira da quebra da Bolsa da Nova York, em 1929. Nesse sentido, foi traçado um breve contexto histórico de natureza econômica e política que auxilia a compreensão do texto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANDRADE, Jorge: entrevista [22 de out. 1976]. Entrevistadores Mariângela Alves de Lima, Carlos Eugênio Marcondes de Moura. São Paulo: CCSP/Arquivo Multimeios/Divisão de Pesquisas. 1976. 2 fitas K7. Entrevista concedida ao Centro de Documentação e Informação sobre a Arte Brasileira Contemporânea – SP. Datilografado, transcrito e mimeografado. 22p

ANDRADE, Jorge. Marta, a árvore e o relógio. São Paulo: Perspectiva, 1986

Publicado
2020-10-23
Como Citar
Silveira, R. M. G. . (2020). A MORATÓRIA E SEUS TEMPOS. Fênix - Revista De História E Estudos Culturais, 2(4). Recuperado de https://www.revistafenix.pro.br/revistafenix/article/view/874